Covid-19 exige atenção à Saúde Mental

Tempo de Leitura: 3 minutos

A OMS voltou a chamar a atenção dos países para a Saúde Mental por conta da Covid-19, como parte dos serviços essenciais durante a pandemia.

SNS/Portugal (*)


Em Portugal a Saúde Mental foi assumida, desde cedo, como uma das prioridades nas medidas adotadas pelo Ministério da Saúde para reduzir o impacto da pandemia provocada pela Covid-19. O lançamento de ferramentas, como a Linha de Aconselhamento Psicológico e o microsite Saúde Mental Covid-19, permite avançar uma primeira linha de prestação de cuidados numa altura em que os portugueses procuram mais informação.

Em funcionamento desde o dia 1 de abril, a Linha de Aconselhamento Psicológico já permitiu o atendimento de 9.467 chamadas. Destas, 971 foram feitas por profissionais de saúde e 8.496 por outros usuários.

O projeto resulta de uma parceria entre a Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS), a Fundação Calouste Gulbenkian e a Ordem dos Psicólogos Portugueses. De acordo com dados divulgados pela SPMS, são atendidas em média 233 chamadas por dia. No dia 13 de abril, data em que se registou um pico na linha, foram atendidas 334 chamadas.

A linha funciona com 64 psicólogos que estão ao serviço, por escalas, 24 horas por dia, 7 dias por semana. Estes psicólogos tiveram formação específica para o efeito, nomeadamente intervenção psicológica em situação de crise.

Estas chamadas estão muitas vezes relacionadas com situações de stress, ansiedade e pedidos de esclarecimento diversos respeitantes à incerteza sobre a situação laboral ou à duração do isolamento social, entre outras matérias.

Apoio psicológico

Atento a estas questões, o Ministério da Saúde disponibilizou também um microsite dedicado à área da saúde mental procurando responder ás principais dúvidas dos cidadãos e profissionais de saúde nesta época. Desde 19 de abril, e sob a égide do Programa Nacional para a Saúde Mental, esta ferramenta permite encontrar os contatos dos serviços disponíveis por cada região. Existem, também, apoios telefônicos a estruturas e organismos externos ao Serviço Nacional de Saúde, como é o caso de autarquias, segurança social, lares de idosos, cuidados continuados ou estruturas regionais de apoio às vítimas de violência doméstica.

Além das perguntas e respostas relacionadas com a saúde mental, a página online dedica uma área aos profissionais de saúde com estratégias para a manutenção do bem-estar numa altura em que se podem estar a sentir exaustos ou sobrecarregados.

OMS alerta

A Organização Mundial de Saúde (OMS) voltou a chamar a atenção dos países para não se esquecerem do apoio psicológico e garantirem a sua disponibilidade como parte dos serviços essenciais durante a pandemia. Preocupada com um possível aumento de distúrbios e suicídios, a OMS considera provável “um aumento a longo prazo do número e gravidade dos problemas de saúde mental”, devido ao “imenso sofrimento de centenas de milhões de pessoas” e aos custos económicos e sociais a longo prazo para a população. Dévora Kestel, responsável do Departamento de Saúde Mental e Abuso de Substâncias da OMS, acrescenta que entre os grupos de maior risco estão os «profissionais da área da saúde.

Situação de Portugal

A intervenção precoce das autoridades portuguesas e a reduzida importação de casos do estrangeiro fez de Portugal o país a ter um baixo número de doentes da Covid-19, em comparação com outros países. Fato reconhecido pelo Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC). O cuidado à Saúde Mental também tem se mostrado um importante serviço para o retorno à uma outra normalidade.

Saúde Mental

Desde cedo, Portugal decretou a suspensão de eventos com mais de 5.000 pessoas e de voos para Itália, fechamento de todos os estabelecimentos de ensino públicos e privados, encerrados outros espaços não essenciais, e restrições à circulação, até entrar em situação de estado de calamidade, vigorando medidas como o dever geral de recolhimento domiciliário e o uso obrigatório de máscaras ou viseiras em transportes públicos, serviços de atendimento ao público, escolas e estabelecimentos comerciais.

(*) SNS – Serviço Nacional de Saúde

Fotos: Anna Shvets/Pexels


Diretivas antecipadas
Que tal saber um pouco mais o que vem a ser o testamento vital em tempos de pandemia?

Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 3357 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento