Violência doméstica contra idosos

Tempo de Leitura: < 1 minutos

Violência doméstica contra idosos no munícipio de São Paulo: estudo Sabe, 2000, foi o tema da dissertação de mestrado, recém defendida, de Ana Paula Reolon Amadio Sanches, realizada na Faculdade de Saúde Pública/USP, sob a orientação da Profª Dra. Maria Lúcia Lebrão.

 

 

Segundo Sanches, no período de 1997 a 2003 a Organização Pan Americana de Saúde (OPAS) coordenou um estudo multicêntrico denominado SABE – Saúde, Bem-estar e Envelhecimento – para traçar o perfil dos idosos na América Latina e no Caribe; e com o envelhecimento da população, pesquisas são desenvolvidas nesse tema.

Como a questão da violência doméstica contra idosos tem se ampliado, necessitando de maior campo de investigação nessa área, Sanches teve como objetivo no seu estudo verificar os possíveis sinais de violência observados pelas entrevistadores do Estudo SABE, realizado em São Paulo, composto pelos idosos residentes no ano de 2000, na área urbana do do município.

Os dados obtidos demostram que os idosos com suposta condição de violência no Estudo SABE caracterizam-se por idade avançada, baixa escolaridade, sexo feminino e estado civil solteiro, entre outras variáveis apresentadas.

Ao considerar esses dados levantados e o Censo de 2000 de 972.199 pessoas idosas em São Paulo, atualmente há uma projeção de 12.638 idosos possíveis vítimas de violência doméstica. Esses resultados apontam para a necessidade de maiores estudos nesse campo, vista a relevância da questão da violência contra a população idosa e a importância da formulação de políticas públicas que visem a proteger esta faixa da população (AU).

A Dissertação está disponibilizada para consultas na Biblioteca Digital de Teses e Dissertações.
Você pode acessá-la pela URL: Aqui

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 3806 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento