Vaca atolada: carne de panela com mandioca e ora-pro-nóbis

Tempo de Leitura: 4 minutos

A Vaca Atolada é um prato a base de carne bovina e mandioca. É muito popular nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais,  Pernambuco, Paraíba e também no Piauí, onde é chamado de cozidão ou costela com verduras.


Quando compartilhamos aqui nossas dicas e receitas gastronômicas, temos a preocupação de sugerir algo que promova saúde. Assim, carne (vermelha) de panela é deliciosa e traz boas lembranças de infância para a maioria das pessoas. Pelo menos uma vez por semana é recomendada a carne vermelha, pois nenhum outro alimento é tão completo em nutrientes, principalmente o ferro, potencializando a acidez das frutas ricas em vitamina C como a laranja, mexerica, morango, caju, entre outros alimentos que podem acompanhar o cardápio.

Para acompanhar a carne, nada melhor que a rainha do Brasil, a mandioca, que tem a composição rica em carboidratos especiais e, entre outras funções, consegue liberar a glicose mais lentamente no organismo, garantindo que não haja picos de açúcares e a digestão seja realizada de maneira mais fácil. Além disso, o corpo mantém os níveis de energia altos por mais tempo. Além desses benefícios, a mandioca também é rica em vitaminas A, B1, B2 e C, cálcio, magnésio, fosforo, potássio e é muito indicada para a dieta de pessoas diabéticas. Hummm amo mandioca!!!! 

Sabia que a mandioca foi eleita pela Organização das Nações Unidas ONU, como o alimento mais relevante do século? A mandioca pode ser consumida por pessoas, animais e muito utilizada nas indústrias para muitas finalidades.

Nossa sugestão é uma receita com nome diferente e curioso. Nos perguntamos o por que do nome “Vaca Atolada”. Trata-se de um prato caipira e tem várias explicações. A mais comum conta que o prato teria surgido na época dos bandeirantes, por volta do século XVII, quando os tropeiros começaram as expedições em busca de ouro em Minas Gerais.

Assim, navegando pela Wikipédia, a enciclopédia livre, anotei algumas observações detalhada por estado do Brasil.

vaca atolada com mandioca

A Vaca Atolada é um prato a base de carne bovina e mandioca. É muito popular nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Pernambuco, Paraíba e também no Piauí, onde é chamado de cozidão ou costela com verduras. Geralmente é feito somente com carne e mandioca, mas também com abóbora, batata doce, batata ou cenoura. Neste estado, vaca atolada também é correspondente ao escondidinho de carne de sol. No Rio Grande do Sul é feito com carne bovina, aipim, alho, cebola, tomate e alguns acrescentam pimentão ou pimenta.

Nos dias atuais continuamos fazendo como as receitas tradicionais, na sua maioria com costelas bovinas (a mais magra possível, retirar as gorduras antes do preparo), alho, cebola, temperos frescos e secos e mandioca. Como uma comida de verdade mesmo!

Lembramos que a mandioca (macaxeira, aipim) é um alimento, isento de gluten, rico em fibras, vitaminas e sais minerais, fácil de encontrá-la o ano todo,  em qualquer época do ano e Estados do Brasil.

Apenas uma recomendação, a mandioca não deverá ser consumida crua, pois pode gerar intoxicação. A mandioca é um alimento versátil para ser congelada crua e posteriormente utilizada em várias versões de pratos.

Esta versão você pode fazer com carnes de panela consideradas de segunda (terminologia do Brasil, na maioria das regiões) como acém, peixinho etc.

Faça uma quantidade maior do seu consumo do dia e congele em porções.  Essas porções depois de prontas devem ser identificadas e tem validade de até 3 meses no freezer (-18°C) e no congelador (-7°C) 40 dias. Ficam excelentes depois de descongeladas, aquecidas no micro-ondas por exemplo.

Vamos lá?

Confira no vídeo a seguir, uma das versões de carne de panela, receita que faço e que foi gravada para a Revista Coop, há algum tempo.

Receita  

Ingredientes:
11/2 kg de costela de vaca
Sal e pimenta-do-reino a gosto
Azeite a gosto
4 dentes de alho
300g de cebola (2 cebolas)
200g de alho-poro (1 talo)
100g de salsão (4 talos)
200g de cenoura (2 cenouras)
Tomilho a gosto
2 folhas de louro – 2 galhos de sálvia
Opcional 1 amarrado de ervas
400g de tomate pelado ou (6 tomates sem sementes)
1 litro de caldo de carne caseiro
1kg de mandioca
100g de ora-pro-nóbis
Cebolinha a gosto
Salsa a gosto

Modo de preparo:
1. Tempere a costela com sal e pimenta.
2. Em uma panela aquecida coloque azeite e sele a carne, cerca de 10 minutos.
3. Adicione o alho e doure. Coloque a cebola, alho-poró, salsão, cenoura, tomilho, louro e sálvia.
4. Misture bem. Coloque os tomates e ajuste os temperos.
5. Coloque o caldo de carne caseiro, deixe cozinhar. Em panela aberta o cozimento é por cerca de 2 horas.
6. Em panela de pressão, 1 hora de cozimento. Assim que abrir a panela e a carne estiver cozida, adicione a mandioca e deixe cozinhar por mais 25 minutos.
7. Retire do fogo e adicione a ora-pro-nóbis e misture.
8. Finalize com cebolinha e salsa.

Obs.: Se não tiver ora-pro-nóbis, coloque só a cebolinha e salsa. A carne de costela pode ser substituída por outra de sua preferência.


Cuidar

O objetivo do curso, na modalidade remota, é o de refletir e discutir a respeito da visão que  os profissionais  que trabalham, e ou estudam o envelhecimento têm sobre os significados do cuidar de si. Examinaremos propostas sugeridas no sentido de levantar alternativas e reflexões sobre qualidade de vida e cuidados para os indivíduos que trabalham e ou pretendem trabalhar com o segmento idoso. Será permeado por Oficinas que envolvem práticas de relaxamento e criatividade.

Ana Maria Ruiz Tomazoni

Ana Maria Ruiz Tomazoni

Ana Maria Ruiz Tomazoni - Doutora em Educação (PUC-SP), Mestre em Gerontologia Social (PUC-SP) e Pós-Graduada em Hotelaria e Eventos pelo Senac SP. É fundadora e Diretora Pedagógica da Escola de Gastronomia Sabor & Saber. Atua como docente, educadora alimentar, pesquisadora, escritora e palestrante. É avó de 7 netos e uma eterna aprendiz. E-mail: amrtomazoni@gmail.com. Site: www.saboresabergastronomia.com.br. Facebook Sabor & Saber Gastronomia. Instagram: saboresabergastronomia

anatomazoni escreveu 5 postsVeja todos os posts de anatomazoni