Unibes leva idosos em situação de vulnerabilidade ao RJ, de avião!

Projeto leva idosos de avião ao Rio de Janeiro, proporcionando momentos de lazer, interação, promoção da cultura e do bem-estar. Isso é construir saúde!

Por Amanda Cristina Alves, Emily Zago Leal Carneiro Leão e Rodrigo dos Santos Machado (*)

 

Em um sábado nublado, exatamente no dia quatro de agosto de 2018, a Unibes – em parceria com uma companhia aérea -, levou 16 idosos usuários da Instituição, que nunca haviam viajado de avião, para conhecer a cidade maravilhosa do Rio de Janeiro. Todos os idosos vivem em situação de vulnerabilidade.

Esta atividade proporcionou possibilidades de um mundo novo, pois chegar à velhice e poder vislumbrar algo diferente é, sem dúvida, engrandecedor para quem está próximo ou vivenciado com eles essa descoberta através desse passeio.

Os idosos, com suas dificuldades e inseguranças, principalmente com o desconhecido “Voar de Avião”, nunca se sentiram “tão altos”, conhecendo outra cidade, com acesso a cultura e lazer, tantas coisas boas e novas. Todos relataram uma felicidade que não dá para descrever em palavras.

É claro que nem tudo são flores. Vários obstáculos físicos e também sociais estiveram presentes.

Tudo começou às 5h30 minutos da manhã, já no aeroporto de Congonhas, em São Paulo. Era nítido o encanto e ansiedade para momento tão esperado pela decolagem. Ao chegarmos ao embarque, a Sra. Luzia se emociona e diz ao voluntário:

– Nunca em minha vida tinha visto isso, é a primeira vez que entro em um avião…

O voluntário, sem perder a oportunidade, pergunta:

– Está com medo?

E a resposta foi clara:

– Não, estou muito feliz em poder sair de São Paulo.

O voo foi rápido, mas o deslumbre de cada um ali presente jamais esqueceremos. O Sr. André nos confessa, todo feliz, que nunca imaginou que um dia viajaria de avião e que a sensação foi única.

Chegando ao Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, fomos recepcionados pelo guia turística que explicou que decorrente de uma noite chuvosa o passeio ao Pão de Açúcar seria transferido para uma parada na praia de Copacabana e para o Museu do Amanhã. O tempo ainda permanecia chuvoso e bem nublado.

A felicidade estampada clareava cada passo destes idosos na Cidade Maravilhosa. Pelo caminho, todos estavam atentos à cada descrição que era feita sobre Ipanema, Aterro do Flamengo…

Na primeira parada, Praia de Copacabana, com tantas histórias contadas por artistas famosos, a praia era só deles.

O Sr. Antônio se emociona e diz:

– Vista mais linda este lugar que me trouxeram…

A Sra. Ana nos conta, muito emocionada, que a última vez em que esteve em uma praia em São Paulo ela tinha 16 anos. Suspira e se encanta. Sr. Valter, um carioca da gema, hoje morando em São Paulo, relembra de sua infância e de ter jogado muita bola nas areias daquela praia.

A grande maioria preferiu permanecer no calçadão, e mesmo com a dificuldade da mobilidade urbana muitos pisaram na areia, experimentando uma sensação única. Outros foram até o mar e puderam realizar mais um sonho.

Saímos da praia em busca de mais novidades. Seguimos para o Museu do Amanhã. Algumas dificuldades se apresentaram, como o acesso ao transporte e a locomoção dos idosos, mas continuavam se deslumbrando a cada passo.

Ao entrar no Museu do Amanhã, a Sra. Maria, professora aposentada, encanta-se e comenta o quanto é impressionante o globo gigante girando e mostrando todos os continentes e países, a apresentação em tela da vida passada, como nasceu a vida humana, o presente e futuro. Tantas novidades e tecnologias, cultura e aprendizado.

Ao término da visita, a Sra. Elisa nos relata:

– Mesmo que eu conte para meus amigos que não vierem, nunca saberão o que é esta maravilha…

Almoçamos, mas já era hora de voltar. Um dia é pouco, mas para muitos é o suficiente.

Com o intuito de promover inclusão e o bem estar social de pessoas idosas, este projeto proporciona um momento de lazer, interação entre os participantes, promoção da cultura e do bem-estar. Em muitos momentos os idosos, bastante emocionados, faziam relatos de sua vida, viagens e como estava sendo este momento em para eles.

Para os idosos e os voluntários que vivenciaram este dia não dá para traduzir o significado que foi o passeio, mas as fotos e vídeos tentam mostrar a grande satisfação e a sensação de felicidade e bem-estar de quem participou deste passeio inesquecível.

Unibes

A Unibes, fundada em 1915, foi criada a partir da fusão de diversos grupos e organizações que atuavam nas áreas de assistência social junto à comunidade judaica, com o propósito de ajudar os milhares de imigrantes que chegavam no Brasil como decorrência da Primeira Guerra Mundial (1914-1918) e, anos mais tarde, da Segunda Guerra Mundial (1939-1945). A integração dessas entidades foi uma solução para otimizar esforços e melhor gerir os recursos financeiros. Hoje, mais de 100 anos depois, a Unibes mantém preservados os princípios e valores dessas entidades, fundamentados na justiça social, e orgulha-se de ser uma das instituições mais respeitadas do terceiro setor, reconhecida nos setores público e privado por sua credibilidade, eficiência e transparência.

O público atendido pela Unibes é formado por crianças, adolescentes, idosos e famílias que vivem em situação de vulnerabilidade social. Hoje, mais de 15 mil pessoas são atendidas pela Instituição que tem como propósito ajudar essas pessoas a transformarem a sua própria história de vida. Este trabalho tem o objetivo fornecer educação de qualidade, capacitar para o trabalho, desenvolver a autonomia individual e disseminar o interesse pela cultura, além de promover cuidados com a saúde, resgate da autoestima e qualidade de vida.

Serviço
UNIBES – Sede Administrativa
Rua Rodolfo Miranda, 287 – Bom Retiro
01121-010 – São Paulo SP
(11) 3123-7300
E-mail: unibes@unibes.org.br

(*) Amanda Cristina Alves, Emily Zago Leal Carneiro Leão e Rodrigo dos Santos Machado são voluntários da Unibes que acompanharam os idosos ao Rio de Janeiro. Este texto contou com a colaboração de Rachel Katz.

 

Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 2442 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento