Um dia especial para idosas em meio a pandemia

Tempo de Leitura: 4 minutos

Dez crianças adotaram carinhosamente dez mães idosas com o objetivo de levar esperança e alento por meio da escrita de uma carta desejando um Feliz Dias das Mães.

Célia Regina de Jesus Silva e Janinéri Cordeiro (*)


A Covid-19 permeia a nossa rotina diária há mais de um ano e, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a maioria das mortes ocorreu entre pessoas com 70 anos ou mais, seguidas de pessoas com idade entre 60 e 69 anos. Perante este fato, estratégias foram adotadas para minimizar a taxa de transmissão, como isolamento/distanciamento social, o que acarretou em vários problemas como depressão, estresse, ansiedade, entre outros. Outro ponto a ser levantado é que, em virtude do isolamento social impostos a muitas idosas, datas especiais como a comemoração do “Dia das Mães” deixaram de ocorrer, o que colocou essa população em maior sofrimento.

Diante destes dados, o Dia das Mães de 2021 foi diferente para algumas idosas do município de Mogi das Cruzes, São Paulo. Com um gesto simples de muito amor e cumplicidade foi realizado um ato de entrega de cartas elaboradas por crianças, o que transformou uma transmissão de carinho em meio a desenhos e palavras a essas mães idosas.

O projeto “Adote uma Mãe Idosa” foi idealizado por nós, para acolher essa população que tanto tem sofrido em razão da pandemia. Dez crianças com idade entre 4 a 14 anos de idade adotaram carinhosamente dez mamães idosas na faixa etária de 65 a 80 anos com objetivo de levar esperança e alento por meio da escrita de uma carinhosa carta desejando um Feliz Dias das Mães.

Nesse projeto vivenciamos diversos momentos emocionantes. De um lado, foi possível verificar a curiosidade das crianças em saber as características físicas, onde a idosa trabalhou, hobbies, etc., fez com que a demonstração de carinho fosse mais verdadeira. E por outro o momento da entrega foi fantástico e foi visível a expressão de alegria no olhar de cada idosa que não contiveram as lágrimas de emoção. Uma das idosas relatou que é professora aposentada e trabalhou com crianças por 27 anos e sabe o quanto elas são verdadeiras em seus gestos. Ficou imensamente feliz por uma criança escrever uma cartinha para ela, ainda mais neste momento que acabara de falecer seu marido.

Como ocorreu

As crianças envolvidas foram selecionadas de forma aleatórias, onde fizemos a divulgação de como seria a ação para algumas mães e as que gostaram da proposta aceitaram a participação. Já para a seleção das idosas entramos em contato com a Empresa Cuidare unidade de Mogi das Cruzes que presta serviços de cuidados domiciliar com idosos, que nos apresentou 9 idosas que poderiam participar da ação, desta forma foi feito um contato com os familiares dessas idosas que aceitaram a proposta.

O processo para elaboração das cartas foi rápido, as crianças fizeram desenhos e algumas mensagens e nos entregaram em uma sexta-feira que antecedeu o dia das mães. As entregas foram realizadas pessoalmente por nós, idealizadoras do projeto, em parceria com a empresa Cuidare, respeitando todas as medidas de segurança, utilizando máscaras de proteção e álcool em gel, no sábado antes do dia das mães.

Este projeto trouxe uma mensagem de fé e otimismo tanto às mães idosas quanto às crianças envolvidas nos quais valores foram firmados e resgatados e que mesmo com esse distanciamento que a pandemia proporcionou o amor sempre será preservado.

(*) Célia Regina de Jesus Silva – Enfermeira formada pela Universidade Mogi das Cruzes – SP. Mestranda em Psicogerontologia pela Educatie. Professora Universitária do Centro Universitário Braz Cubas. E-mail: [email protected]. Janinéri Cordeiro – Enfermeira formada pelo Centro Universitário Braz Cubas – SP. Mestre em Psicogerontologia pela Educatie.

Fotos: arquivo pessoal


Narrativas
https://edicoes.portaldoenvelhecimento.com.br/produto/narrativas-autobiograficas/

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 3738 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento