Trabalho e longevidade

Tempo de Leitura: 2 minutos

Além de esclarecer o significado de envelhecimento ativo e trazer exemplos de práticas bem-sucedidas em países que já vivem de forma madura esta questão, Marcia Tavares propõe 20 intervenções necessárias aos gestores para aproveitar todo o potencial de trabalhadores com mais de 60, 70 ou 80 anos. As intervenções precisam ocorrer, segundo ela, em quatro campos de atuação: cultura, organização do trabalho, gestão de pessoas e gestão do conhecimento.

Saidul Rahman Mahomed *

 

trabalho-e-longevidadeO Brasil e o mundo vivem um período único na história no qual a população de idosos aumenta em larga escala e a de jovens se reduz. Por meio de um profundo e criterioso trabalho de pesquisa, a autora deste livro alerta para o fato de que o Brasil ainda não acordou para as necessárias transformações geradas pelos impactos dessa força de trabalho mais envelhecida, atuando por muito mais tempo nas empresas.

Além de esclarecer o significado de envelhecimento ativo e trazer exemplos de práticas bem-sucedidas em países que já vivem de forma madura esta questão, Marcia Tavares propõe 20 intervenções necessárias aos gestores para aproveitar todo o potencial de trabalhadores com mais de 60, 70 ou 80 anos. As intervenções precisam ocorrer, segundo ela, em quatro campos de atuação: cultura, organização do trabalho, gestão de pessoas e gestão do conhecimento.

Trabalho e Longevidade também discute aspectos polêmicos como as desigualdades entre gêneros no envelhecimento, as relações de trabalho entre as gerações, a questão de voltar ao trabalho após estar aposentado, entre outras.

O livro (252 páginas) é um vital subsídio a qualquer profissional que deseja pesquisar sobre Envelhecimento Ativo no Brasil. Não bastassem dados estatísticos, econômicos e trabalhistas recentes, o texto mergulha em um debate lúcido acerca de demografia, macroeconomia, relações industriais, gerontologia, sociologia do trabalho, psicologia do trabalho e políticas trabalhistas.

O culto exagerado empresarial à juventude, expresso também na gestão de pessoas, está na contramão de diversas transformações vividas pela sociedade em relação ao modo de viver das pessoas, à pressão por inovação, escalonamento de custos e escassez de talentos. Por tudo isto, este conteúdo é indispensável aos CEOs, líderes de RH e qualquer um que deseja manter seu negócio competitivo. Pense bem: se você não o fizer; seu concorrente fará.

Sobre a autora

Márcia Fernandes Tavares é diretora de desenvolvimento institucional do ILC-BR e também membro do Laboratório de Tecnologia e Desenvolvimento Social (LTDS), do Laboratório Trabalho & Formação (LT&F) e do grupo de pesquisas Design para Inovação Social e Sustentabilidade (DESIS), todos da COPPE/UFRJ. A autora possui extenso histórico de atuação em planejamento estratégico, gestão organizacional, inovação tecnológica e social, design de serviços e inteligência competitiva em organizações como VALE, BHS Helicopter, FIRJAN, EndesaBrasil e Incubadora de Empresas da COPPE/UFRJ.

* Saidul Rahman Mahomed, da Qualitymark Editora. Site; Disponível Aqui

Informações publicadas Aqui

Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 3447 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento