Tecnologia a Serviço da Casa São Simeão: Asilo Lança Aplicativo que Simula o Envelhecimento

Tempo de Leitura: 3 minutos

Então, caro leitor, você já imaginou como você ficaria, fisicamente, na velhice? Imagino que não! Creio que você me perguntaria? “E por que razão tenho que pensar em mim, digamos, ‘velho’? Sofrer por antecipação? Eu não, a vida já é tão dura, por que devo complicá-la mais ainda com possibilidades futuras?”

Luciana H. Mussi *


É, talvez, você tenha razão, tudo a seu tempo. As mudanças físicas, quase, passam despercebidas para os homens. Mas para as mulheres, ela é notada, denunciada todos os dias e nas menores e mais banais tarefas. Quer um exemplo? Qual a mulher que ao se maquiar pela manhã não teve dificuldade ao tentar passar a tal sombra nos olhos e se deparar com aquelas ruguinhas e “raios de sol” (pés de galinha) que insistem em aumentar dia a dia ao redor da janela da alma, os nossos judiados olhos? Casos como esse e outros bem sórdidos não faltam no repertório daquela que sofre, algumas mais, outras menos, com o correr do tempo espelhado no seu corpo.

Pensando nisso (até nos gracejos que envolvem o tema) e numa possível “preparação” sentida desde que nascemos, a Seven Comunicação lança a campanha “Adote um Idoso”. O objetivo é refletir sobre o envelhecimento e melhorar a qualidade de vida dos 60 idosos que escrevem sua história na Casa São Simeão, asilo localizado em Blumenau (SC).

Sensibilizar as pessoas, essa é a proposta, convidando-as a sentirem na pele o envelhecimento através do simulador de idade avançada. O aplicativo permite que cada um faça uma viagem no tempo e se coloque virtualmente na mesma situação dos idosos. Basta inserir uma foto atual para visualizar as características físicas daqui a 30, 40 ou 50 anos.

A matéria intitulada Asilo lança aplicativo para simular envelhecimento, publicada na Revista Exame.com, conta que os apresentadores do Jornal do Almoço da RBS TV Blumenau, Bianca Ingletto e Joelson dos Santos, e o colunista Francisco Fresard (Pancho), do Jornal de Santa Catarina, são os protagonistas da campanha, que começou a veicular recentemente. Eles aparecerão nas peças de TV, anúncios e outdoor.

Seria interessante saber como foi a experiência de “ficar velho”, assim, com um simples click.

Esta que vos fala até tentou entrar no simulador proposto, mas o acesso, ainda, não está disponível. Confesso que fiquei um pouco tensa e quando vi que não seria possível a estranha aventura pelo tempo, fiquei aliviada. Será que estamos suficientemente “conscientizados”?

Reflexões e desconfortos a parte, a ideia do projeto, além de conscientizar sobre a realidade de muitos idosos na região, é fazer da Casa São Simeão uma ILPI – Instituição de Longa Permanência para Idosos, uma referência para toda a região e para Santa Catarina. A campanha visa tornar o São Simeão uma casa “modelo” em âmbito nacional, para que não seja apenas um asilo, mas um verdadeiro lar para o idoso.

Que São Simeão consiga proporcionar para este “lar” a afetividade necessária e, assim, transformá-lo num lugar destinado à construção de relações, vínculos, como um reservatório de lembranças compartilhadas que, a qualquer momento, num mero detalhe, são rapidamente evocadas e se apresentam da maneira como foram e continuam sendo ressignificadas.

Dizem que Simeão significa “O Ouvido de Deus”.

Referências
EXAME.ABRIL (2012) Asilo lança aplicativo para simular envelhecimento. Disponível Aqui. Acesso em 18/01/2012.

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 3958 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento

WhatsApp
LinkedIn
Share
Instagram