Talentos da Maturidade Apresenta Projetos “de Quem Teve Iniciativa e Fez Bonito”

Tempo de Leitura: 6 minutos

O Talentos da Maturidade, instituído pelo extinto Banco Real, em 1999, em homenagem ao Ano Internacional do Idoso, vem, agora pelo Banco Santander, estimulando os idosos e pessoas com propostas inovadoras voltadas para a população idosa a se manifestarem artisticamente e socialmente, e promovendo uma maior reflexão sobre a longevidade na sociedade.

 

 

talentos-da-maturidade-apresenta-projetos-de-quem-teve-iniciativa-e-fez-bonitoA categoria Programas Exemplares apoia projetos a serem implantados ou em andamento, que promovam a qualidade de vida e a integração dos idosos na sociedade. Os projetos devem ser idealizados e conduzidos por organizações públicas ou privadas, que necessitem de recursos para seu desenvolvimento, consolidação, aprimoramento ou desdobramento. Além de apoio financeiro, o concurso disponibiliza consultoria especializada às organizações selecionadas no intuito de contribuir para que alcancem resultados mais eficazes e sustentáveis.

O Portal do Envelhecimento foi um dos vencedores em 2005, e graças a ele conseguimos “aquele empurrão” que nos deu entusiasmo e que nos ajudou a sermos hoje referência nacional na disseminação de conhecimento qualificado sobre o envelhecimento e a longevidade.

A fim de darmos a conhecer iniciativas de “pessoas que trabalham para o bem da sociedade”, resolvemos fazer uma edição (a 18) da REVISTA PORTAL de Divulgação, somente com alguns projetos vencedores do Talentos da Maturidade. Ali vocês encontrarão mais tecnologias sociais inovadores, apresentando dificuldades e ganhos.

Vencedores de 2011

A seguir apresentamos os cinco ganhadores da edição de 2011. A todos eles desejamos muito sucesso e os parabenizamos pelos seus projetos, convidando-os desde já a escreverem sobre suas açoes, suas dificuldades, ganhos, e incentivando assim a corrente de pessoas que sabem fazer o bem. Aqueles que nos lêem e que fazem um trabalho inovador com idosos, não esqueça: inspire-se e apresente também o seu projeto no próximo concurso que deve em breve abrir inscrições.

Longitudinal de Envelhecimento de São Caetano do Sul – Senior Fit

Este projeto foi apresentado pelo Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul-CELAFISCS, que tem como coordenadora Sandra Matsudo.

O CELAFISCS é uma organização não governamental que possui a missão de investigar e disseminar o conhecimento da relação entre atividade física e saúde. Tem atuado na recuperação, manutenção, promoção e excelência na saúde da população. O projeto pretende capacitar de forma teórica e prática os profissionais de saúde, funcionários e cuidadores de idosos das instituições de longa permanência do município para implementar um programa de atividades físicas nestes abrigos, visando minimizar as perdas na capacidade funcional e melhorar a qualidade de vida dos idosos atendidos.

Trata-se de uma proposta inovadora, pois possibilita a implementação de um programa de atividade física fácil de ser aplicado em instituições de longa permanência, que em sua maioria não dispõe de programas desta natureza pela dificuldade de recursos financeiros, mas que promove um grande benefício na qualidade de vida dos idosos.

O projeto beneficiará aproximadamente 500 idosos, atuando inicialmente em 5 instituições conveniadas com a Secretaria de Assistência Social da Prefeitura de São Caetano do Sul/SP podendo ser estendido a outras 10 instituições privadas do município.

Conselho Municipal do Idoso: Espaço de participação, fortalecimento e integração

A Procuradoria Geral de Justiça do Estado da Paraíba é a organizção executora deste projeto, coordenado por Valberto Cosme de Lira, a qual se propõe por meio do Ministério Público do estado a assegurar a consolidação dos denominados conselhos de controle social, em especial, à proteção dos direitos das pessoas idosas.

O Projeto objetiva sensibilizar a criação, instalação e funcionamento dos Conselhos Municipais do Idoso do Estado da Paraíba nos municípios que ainda não possuem, e aprimorar o desempenho dos que já estão criados e instalados, mas que carecem de conhecimentos de seu funcionamento e suas atribuições. Visa igualmente a articulação entre os órgãos de proteção e defesa dos direitos dos idosos de maneira a atuarem de forma conjunta, potencializando desta forma as suas ações.

Para alcançar este objetivo serão produzidas cartilhas e materiais para a realização de reuniões técnicas, palestras e oficinas em 20 municípios da Paraíba visando capacitar os conselheiros e integrantes de entidades de apoio à pessoa idosa, inclusive de promotores de justiça, de modo a se transformarem em protagonistas na formulação e implementação de políticas públicas.

O projeto atende às necessidades de criação, fortalecimento e articulação dos Conselhos Municipais do Idoso, que ainda possuem fragilidades no Brasil. É de extrema importância igualmente que os conselhos sejam articulados e capazes de garantir os direitos das pessoas idosas.

Programa de Acompanhamento Global de Aposentados.

Este projeto foi apresentado pela Associação dos Participantes e Assistidos da TELOS (ASASTEL) – RJ, coordenada por Angela Naine de Almeida. A organização possui âmbito nacional, não tem fins econômicos nem lucrativos, e congrega os aposentados e pensionistas da Fundação EMBRATEL de Seguridade Social – TELOS.

O objetivo deste projeto é atuar junto a seus associados em domicílio com ações educativas em saúde, visando à melhoria da qualidade de vida através da adoção de hábitos de vida saudável, de preservação da saúde e de prevenção de doenças. O projeto, que já vem sendo desenvolvido na cidade do Rio de Janeiro, visa aprimorar e consolidar a sua intervenção nos idosos já assistidos pelo programa, assim como treinar recursos humanos para aplicação de protocolos de levantamento do perfil de idosos e para a promoção de educação em saúde, ampliando-o para as cidades de Recife, Belo Horizonte e Belém.

O público alvo serão 400 associados assistidos em seus domicílios. A relevância deste projeto deve-se à preocupação de uma associação de aposentados com a qualidade de vida daqueles que muitas vezes se encontram em estado de isolamento.

Qualificar para Cuidar: Idosos Residentes em Favela

Este projeto foi apresentado pelo Instituto Brasileiro de Inovações em Saúde Social-IBISS – RJ, sob a coordenação de Isabel Lopes Monteiro. O Instituto é uma organização não governamental, cuja missão é contribuir na formação de um Brasil com mais saúde social, construindo pontes entre as populações excluídas e os serviços públicos.

Com ele, o Instituto pretende ampliar para a comunidade do Morro do Alemão, no Rio de Janeiro, o projeto já apoiado pelo Banco Santander em 2009/2010 para assistir idosos dependentes em domicílio na Comunidade Vila Cruzeiro.

Serão selecionados 10 cuidadores já capacitados pelo projeto anterior que irão atuar junto a uma equipe multiprofissional na atenção em domicílio de 50 idosos dependentes, visando à melhoria de qualidade de vida destes idosos, a permanência do familiar no mercado de trabalho e a oportunidade de geração de renda para os moradores das comunidades, que foram capacitados.

A relevância deste projeto é o oferecimento de assistência à idosos que possuem dependência funcional e são vulneráveis socialmente, que residem em áreas em que o acesso a serviços sociais e de saúde é ainda mais difícil devido a barreiras de acessibilidade. Também contribuirá para a consolidação das políticas de segurança pública em comunidades já pacificadas no Rio de Janeiro.

Qualidade de vida e qualidade devida aos idosos com demência.

A ABRAz – Associação Brasileira de Alzheimer e Doenças Similares, através de sua coordenadora Fernanda Gouveia Paulino, apresentou este projeto, a ser desenvolvidotem em todo o Brasil, o qual tem como objetivo padronizar as ações de intervenção dos cuidadores, através da produção de um manual de procedimento, e capacitar novos coordenadores e multiplicadores para ampliar com consistência o número e alcance dos grupos de apoio e de orientação para vários outros municípios do País. Visa também, aumentar o número de idosos e familiares atendidos, que atualmente são em torno de 2000 pessoas, e investir na qualidade da assistência a eles, por meio da formação de grupos de estimulação cognitiva, sociais e de atividade física.

A ABRAz é uma entidade privada, de natureza civil, com 20 anos de história, que tem como missão ter representatividade nacional e ser o núcleo central das pessoas envolvidas com a doença de Alzheimer e outras demências. A associação é formada por pacientes, familiares e cuidadores profissionais. Oferece grupos de apoio gratuitos coordenados por voluntários e atende a populações de diferentes contextos socioeconômicos e culturais. Através de suas 21 regionais, contam atualmente com 90 grupos que reúnem familiares, cuidadores e profissionais para oferecer informações e orientações para lidar de maneira mais adequada com a doença de Alzheimer, além de apoiar ações voltadas para o bem estar do paciente, dos familiares, dos cuidadores e dos profissionais.

A relevância deste projeto é propiciar o aumento da rede de apoio aos familiares e aos cuidadores de idosos com doença de Alzheimer, assim como padronizar e replicar um modelo de intervenção não-farmacológica para a doença de Alzheimer, para idosos e familiares.

Informações

As informações deste artigo foram extraídas do site oficial do Talentos da Maturidade, onde se pode cadastrar e receber informações sobre a abertura do próximo concurso: Acesse Aqui

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 3791 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento