Situação da população idosa é discutida em encontro ibero-americano

Cerca de 300 pessoas, do Brasil e de outros 13 países participaram do Encontro Ibero-Americano sobre Direitos Humanos das Pessoas Idosas na Região, realizado recentemente em Brasília. Deste total, metade são oriundos da sociedade civil e metade do governo. Os participantes foram indicados pelo Comitê Internacional Preparatório.

Portal Brasil/ SDH

 

decreto-estabelece-compromisso-nacional-para-o-envelhecimento-ativoDe acordo com a ministra da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Maria do Rosário, o principal desafio do governo é assimilar o crescente envelhecimento da população brasileira.

“O governo brasileiro trabalha para que o sentimento de envelhecer da população não seja de perda, mas sim de conquista. Devemos preencher todos os vazios de proteção social daqueles que se encontram em vulnerabilidade. Para isso, temos que ampliar nossas políticas públicas para

Ética entre gerações assegurar a garantia de direitos humanos em todas as fases da vida”, destacou Rosário.

A ministra defendeu ainda um pacto geracional em torno da garantia dos direitos básicos e constitucionais. “Precisamos promover uma mudança cultural, capaz de fazer com que as pessoas compreendam desde criança o que significa o envelhecimento humano. Isso não significa abandonarmos as demais fases da vida, mas sim assumirmos um compromisso ético entre as gerações”, finalizou.

Presente no evento, o Ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves, ressaltou o impacto do envelhecimento da população na previdência social. De acordo com o ministro, atualmente, 82% da população idosa (com mais de 60 anos), é atendida pelo Instituto Nacional da Seguridade Social (INSS).

A ministra Eleonora Menicucci, da Secretaria de Política para as Mulheres (SPM), apresentou dados que mostram que a violência contra a população idosa atinge principalmente as mulheres. “A população idosa sofre todo tipo de violência que se possa imaginar. Entretanto, as mulheres são as mais afetadas, devido à maior longevidade”, disse.

Estatuto do Idoso

Ao registrar os dez anos do Estatuto do Idoso, o presidente do Conselho Nacional do Direito do Idoso e secretário nacional de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos da SDH/PR, Biel Rocha, destacou os avanços obtidos na última década a partir a implementação do Estatuto. O secretário lembrou ainda os 25 anos da Constituição Federal de 1988, que assegura a garantia dos direitos da pessoa humana, com recorte para a população idosa. Uma edição comemorativa dos 10 anos do Estatuto do Idoso foi lançada durante o evento.

Fonte: Secretaria do Desenvolvimento Humano da Presidência da República – Portal Brasil. Acesse Aqui

 

Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 2580 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento