Saúde no mapa compartilha dicas de bem-estar em São Paulo

O saúde no mapa permite a troca de experiências entre as pessoas que vivem na cidade para cuidar melhor da saúde e viver com mais qualidade.

 

Está no ar a plataforma colaborativa Saúde no Mapa, lançada recentemente pela Abbott, para o compartilhamento de dicas de saúde e bem-estar na cidade de São Paulo, que também lançou locais para doação de sangue. Isso é construção de saúde, sim, pois os lugares que nos fazem bem certamente são lugares que constroem saúde, que qualificam a vida porque ela tem sentido para nós e para a cidade também!

O projeto, intitulado Saúde no Mapa, é um espaço virtual que permite que as pessoas indiquem brincando seus locais preferidos desta imensa metrópole para cuidar melhor da saúde, e encontrarem dicas para viver com mais qualidade. Trata-se também de uma brincadeira bem lúdica e criativa.

Quais lugares da cidade nos fazem bem? Haverá lugares que constroem uma saúde melhor para os jovens, mulheres, idosos…? Quais lugares deverão ser ampliados para que os habitantes da cidade possam ter uma saúde melhor? Perguntas que gostaríamos ver respondidas em breve a partir dessa brincadeira…

O mapa do cuidado

O Saúde no Mapa é, na realidade, um mapa colaborativo para o compartilhamento de experiências relacionadas ao cuidado com a saúde sob os aspectos da atividade física, alimentação, autoconhecimento, lazer e bem-estar… Mas saúde também é educação, espiritualidade, trabalho…, é também calçamento, mobilidade, moradia, segurança, acessibilidade a informações, a serviços, a políticas… Enfim, dependendo de quanto nossa São Paulo investe em nossa saúde, saberemos quanto nossa vida importa para a cidade.

A criação da plataforma surgiu a partir dos resultados da pesquisa “Empoderamento do Paciente – importância e desafios”, feita com 960 pessoas, de todas as regiões do Brasil, diagnosticadas com diabetes e hipertensão, duas doenças crônicas de grande incidência no país, também idealizada recentemente pela Abbott.

Um dos resultados é que boa parte dos entrevistados (59%) tem na melhoria dos hábitos de saúde a principal chave para se sentir empoderado. Outro ponto é que quase metade dos brasileiros entrevistados praticam atividades físicas (46%), especialmente na cidade de São Paulo, onde 61% das pessoas com diabetes realizam exercícios físicos.

O intuito foi estimular a reflexão dos brasileiros sobre a importância da conquista e manutenção da própria saúde e, consequentemente, contribuir para que as pessoas se sintam mais proativas e responsáveis pelo cuidado de sua saúde, explica Juan Carlos Gaona, gerente geral da Abbott no Brasil.

O projeto teve início em São Paulo, uma cidade que oferece uma gama de locais para que as pessoas possam melhorar a saúde, seja por meio da alimentação ou a prática de atividades físicas.

 

Como participar?

Para participar, basta acessar www.saudenomapa.com.br e realizar o cadastro. O registro é fácil e pode ser feito pelo Facebook ou e-mail. Em seguida, o usuário poderá indicar no mapa o local na cidade onde teve uma experiência agradável em uma ou mais das cinco categorias. Após a indicação no pin, o usuário poderá compartilhar a atividade com seus familiares e amigos em suas redes sociais.

Também é possível conferir todas as dicas de locais e comentários que outros usuários da cidade também recomendaram, além de acessar dicas de saúde.

 

 

 

Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 2442 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento