Sabe qual é um dos segredos da longevidade? A tecnologia!

Tempo de Leitura: 2 minutos

Além das oito décadas vividas, Victor e Neuza têm muito mais em comum do que se imagina. Há pouco mais de 10 anos, os dois descobriram o computador e, conseqüentemente, a internet, uma verdadeira revolução em suas vidas.


“A tecnologia agora já é fantástica. E olha que eu não sei o que vai acontecer daqui a cinco ou dez anos”, diz o aposentado Victor Vishnevsky. Já Neuza Guerreiro de Carvalo acredita que os idosos devem se adaptar ou irão se marginalizar. “Claro que eu tive que estudar um pouco, pois a gente fica mais lerda depois de adulto. O que a moçada faz em meia hora, eu levo duas, mas acabo fazendo”, explica a aposentada.

Em estudos recentes, idosos norte-americanos – muitos com mais de 100 anos – contaram o segredo de sua longevidade. E, acredite, um dos pontos mais discutidos foi o uso de novas tecnologias. No Brasil, o acesso à internet pelo público da terceira idade ainda é tímido, mas não para de crescer. Por aqui, pesquisas dizem que apenas 11% das pessoas com 50 anos ou mais usam a web.

“A gente vê que aqueles que começaram a usar, por meio de aulas ou aprendendo por algum familiar, depois gosta e aproveita muito. Realmente acho que se abre uma janela para eles”, conta Cássio Bottino, psiquiatra.

Um legítimo cigano, que nos anos 50 veio da China fugindo do regime comunista, Victor sofreu com vários problemas de saúde. Graças ao computador, ele já conseguiu publicar três livros e já até encontrou alguns familiares perdidos em redes sociais. “Eu fiz contato com meus parentes no Irã que eu não via há 60 anos”, conta.

Neuza está conectada à Web desde 1997, quando teve seu primeiro PC. E apesar de ter uma conta no twitter e doi blogs, ela “odeia” ser chamada de blogueira…

“Eu comecei a escrever a história da minha vida meio no susto, mas à mão não tinha como. Máquina não existia mais então peguei um 486 e fui aprendendo por ensaio e erro”, explica. Neusa também conta que achou muito bom conseguir intercalar textos. “Se esquecia de determinada coisa, colocava o cursor e acrescentava. Para mim aquilo era mágico”.

Com estes belos exemplos está claro, nunca é tarde para experimentar, conhecer e descobrir o novo. “Para os idosos é um grande desafio, mas que traz grandes benefícios, justamente por eles terem que aprender coisas novas. Isso pode ser feito na terceira idade e não há nenhum impedimento nestas faixas etárias de aprender a usar o computador e ter um grande proveito disso”, afirma o Doutor.

Usar tecnologia é bom, mas – não importa a idade –, é preciso saber como. Na rotina de Dona Neuza isso já está bastante claro e ela não se deixa ser “consumida” pelo computador. “Não uso [o computador] dia e noite e não tenho vício. Eu uso como uma ferramenta de trabalho”, finaliza.

Não só o computador, mas toda tecnologia tem se revelado uma ótima aliada da terceira idade. Seja para estimular a memória, adquirir novos conhecimentos, escrever ou simplesmente se divertir e passar o tempo. Segundo Victor, o contato com o computador mundou a sua vida.

Fonte: Disponível Aqui. Postado por Sérgio Bibliotecário

Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 3431 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento