Rotas da Atenção Básica no Brasil

Tempo de Leitura: 2 minutos

Marcia Cristina Rodrigues Fausto e Helena Maria Seidl Fonseca, professoras e pesquisadoras da Vice Direção de Escola de Governo em Saúde da ENSP/Fiocruz organizaram o livro intitulado Rotas da Atenção Básica no Brasil:

 

 

rotas-da-atencao-basica-no-brasilExperiências do Trabalho de Campo Pmaq AB, resultado de um trabalho de um grupo de pessoas que esteve in loco observando a realidade, e tornando-se úteis para a melhor compreensão dos contornos dos resultados da avaliação da atenção básica.

Resultado que só foi possível graças a uma cooperação entre a Fiocruz e o Ministério, envolvendo pesquisadores, professores, alunos e ex alunos de três de suas unidades técnicas em parceria com outras instituições de ensino e pesquisa para a realização da avaliação externa das equipes de atenção básica em nove estados do país sob a coordenação PMAQ Grupo Fiocruz. Para a execução do trabalho, a ENSP se articulou com o Centro de Pesquisa Leônidas e Maria Deane (Fiocruz Amazônia), o Centro de Pesquisa Aggeu Magalhães (Fiocruz Pernambuco) e treze instituições de ensino superior (IES) sediadas nos demais estados em que atuou.

O livro trata de uma experiência brasileira com o modelo de atenção voltado à Estratégia Saúde da Família que tem proporcionado avanços importantes na ampliação do acesso aos serviços de saúde.

De acordo com as coordenadoras da obra, o grupo teve como principal objetivo avaliar as ações ofertadas à população no primeiro nível de atenção de cuidados, após 20 anos desse modo de organização ter se expandido nos municípios. O conjunto de ações e atividades desenvolvidas no âmbito do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ) é uma das estratégias indutoras da qualidade adotada pelo Ministério da Saúde na direção da melhoria dos resultados das ações de saúde ofertadas à população.

Segundo suas autoras, o livro expressa a riqueza das múltiplas e distintas experiências da avaliação da atenção básica em cenários tão diversificados que demarcam a realidade brasileira. A publicação é composta de três capítulos: o primeiro tem como objetivo situar o leitor a respeito da concepção de atenção primária que circunscreve o conjunto da obra. Apresenta a proposta do Pmaq AB a partir do qual se deu o processo de avaliação das equipes de atenção básica e descreve a forma de organização do trabalho para responder à tarefa da avaliação externa.

Já o segundo capítulo é composto de dez artigos que retratam as experiências de grupos de pesquisadores que atuaram como coordenador, supervisor ou entrevistador na fase coordenada pelo Grupo Fiocruz. Os relatos contextualizam os cenários onde ocorreu a avaliação das equipes de atenção básica e caracterizam a organização das instituições de ensino, das equipes de entrevistadores e dos municípios para a realização da avaliação externa. O último capítulo, com base nas experiências relatadas, apresenta uma síntese do aprendizado na implementação da avaliação externa.

Leia a obra na íntegra, disponível na Biblioteca Multimídia da ENSP: Disponível Aqui / Aqui

 

 

Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 3381 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento