Renovar a carteira de motorista ou parar de dirigir?

Tempo de Leitura: 3 minutos

No Brasil existem cerca de 13 milhões de pessoas com mais de 61 anos habilitadas a dirigir, de acordo com informações do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). E a tendência é desse número crescer, uma vez que o aumento da expectativa e da qualidade de vida do brasileiro é fato demográfico. Portanto, daqui em diante veremos cada vez mais motoristas idosos circulando nas ruas das cidades do país. Dirigir é exercer a autonomia e independência de forma saudável até o fim da vida.

 

 

renovar-a-carteira-de-motorista-ou-parar-de-dirigirMarcos Traad, diretor-geral do Detran-PR, declarou à imprensa que no Brasil “não existe uma idade limite que obrigue o motorista a parar de dirigir. Ele pode tirar ou renovar a carteira de habilitação até quando apresentar, satisfatoriamente, as habilidades necessárias para conduzir um veículo”.

Exigências

A partir dos 65 anos as regras para renovar a CNH ficam mais severas. Isso porque se entende que o envelhecimento leva à perda parcial da visão e diminuição dos reflexos e da capacidade de reagir e tomar decisões imediatas. Além da função visual, há a avaliação da audição, afetando o rendimento do condutor. Daí o período para renovação passar de cinco para três anos, de acordo com a validade do exame médico.

As limitações de saúde são outro agravante, o que leva à criação de regras exclusivas: “O limite pode ser abaixo de três anos para renovação e o idoso pode ter horários específicos para dirigir, somente antes do pôr-do-sol”, explica o médico Rodrigo Cassimiro, ao Do G1 Sul de Minas. Muitos, a pedido da família, não dirigem em rodovias, apenas dentro da cidade. Nas ruas é fácil encontrar idosos ao volante.

Evitar horários de maior fluxo, trechos longos e desconhecidos e não dirigir à noite, já que existe uma redução no campo visual, são as principais recomendações dos especialistas.

Renovação aos 101 anos

Em Curitiba, o aposentado Laurindo Soares de Gouveia, de 101 anos e habilitado desde 1963, conseguiu recentemente renovar sua carteira nacional de habilitação. Em seus 49 anos dirigindo, ele nunca teve multas registradas. O coordenador de habilitação do Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR), Larson Orlando, declarou à imprensa local que “motoristas idosos como Gouveia são considerados mais cuidadosos e menos imprudentes”.

Ele acrescenta que “A avaliação médica feita com ele tem o mesmo rigor exigido para os demais motoristas, ficando a critério médico eventuais restrições. A única diferença é o prazo de validade da CNH, que passa de cinco para três anos”. Portanto, não é a idade avançada que faz alguém parar de dirigir, mas sim as limitaçoes que algumas pessoas vão tendo ao longo dos anos.

4,7% dos motoristas no Estado

Para dirigir por mais tempo é aconselhável que esteja acompanhado”, afirma a geriatra. No Paraná, motoristas idosos representam 4,7% dos 4,5 milhões de condutores registrados, e a tendência é de que este percentual aumente nos próximos anos. Em Minas Gerais, dos 2,5 milhões de condutores habilitados, mais de dois milhões estão acima de 40 anos.

Referências

Exigências para renovação da CNH aumentam para os idosos. Disponível Aqui. Acesso em 01/10/2012

BOROS, Talita. Homem de 101 anos renova carteira de motorista no Paraná. Disponível Aqui. Acesso em 01/10/2012.

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 3789 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento