Redip em Puebla: por uma cultura do envelhecimento

A cidade de Puebla, México, acolheu vários pesquisadores de diversos países, representantes da Rede Iberoamericana de Psicogerontologia (Redip), que se reencontraram no V Congresso para discutir a cultura do envelhecimento. O evento, que ocorre a cada dois anos, contou com aproximadamente 800 participantes, na maioria estudantes e profissionais que lidam com o segmento idoso.

Beltrina Côrte

 

redip-em-puebla-por-uma-cultura-do-envelhecimentoO V Congresso Iberoamericano de Psicogerontologia é resultado de um trabalho proposto por um grupo de estudiosos do envelhecimento de diversos países, inspirados por Graciela Zarebski (Argentina). Esse grupo realizou o II Congresso, em 2007, no Uruguai, onde nasceu a nomenclatura Redip, coordenado por Rebert Pérez. Em 2009 foi realizado no Brasil, na PUC-SP, tendo como coordenadoras Ruth G. da Costa Lopes e Delia C. Goldfarb e, em 2011, em Cuba, sob a coordenação de Eduardo Triana. Em todas essas instituições foi assinado um termo de convênio pelas suas respectivas autoridades.

redip-em-puebla-por-uma-cultura-do-envelhecimentoEntre as conclusões do V Congresso, destacamos o seguinte: realizar investigações conjuntas; consolidar o intercâmbio para acreditação acadêmica e experiencial; publicar produções técnico-científicas e de divulgação entre países, formar comissões de comunicação e de difusão científica; além de buscar que o trabalho da rede tenha impacto nas políticas públicas dos países membros.

Foram dois dias de intenso trabalho em um clima cheio de afetos e desejos de fazer da Redip uma grande difusora de conhecimentos sobre os aspectos psicogerontológicos e longevidade como também de saberes das nossas populações. O resultado disso foi o desenho de um site, sob a responsabilidade executiva do Centro Mexicano Universitário de Ciências e Humanidades (CMUCH), instituição anfitriã do V Congresso Iberoamericano de Psicogerontologia, coordenado por Fernando Quintanar Olguín e Marco Antonio Cubillo León.

Entre os objetivos da Redip constam: criar, operacionalizar e manter um espaço teórico-científico que produza conhecimento e ações dirigidas à etapa da velhice, baseadas nas suas populações e realidades.

redip-em-puebla-por-uma-cultura-do-envelhecimentoA Redip é composta por instituições acadêmicas e organizações não governamentais. Entre elas está a Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). A PUC esteve representada pela profa. Dra. Beltrina Côrte, que ministrou palestra sobre mídia e envelhecimento no Brasil. Ela integra a comissão responsável por desenhar a Revista de Psicogerontologia da Redip, junto a Eduardo Triana (Cuba), Robert Pérez (Uruguai) e Fernando Quintanar Olguín (México). Do país, também esteve presente Delia G. Goldfarb, representando a Associação Ger-Ações, que integra a comissão de comunicação, encarregada de pensar o site da Redip, junto a María Carvajal e Fernando Berriel (Uruguai) e Marco Antonio Cubillo León (México).

Além da PUC-SP, fazem parte da REDIP – até o momento – a Universidad de la Republica (Uruguai), Universidad Maimonides (Argentina), Universidad de Matanzas Camilo Cienfuegos (Cuba), Universidad Politecnica Salesiana (Equador), Universidad Católica Boliviana San Pablo (Bolívia), Centro Mexicano Universitário de Ciencias e Humanidades (México), Comunidad Aymaras Urbanos de Pampajasi (Bolívia) e Pontifícia Universidad Católica de Chile (Chile). Outras instituições fizeram petições para ingressar na rede, entre elas a Universidad de Buenos Aires e a Universidad Nacional de Mar del Plata, ambas da Argentina, e Universidad Metropolitana, da Venezuela.

Junto ao V Congresso Iberoamericano de Psicogerontologia, ocorreu também o I Congresso Nacional de Gerontologia Social e a Primeira Bienal de Arte CMUCH, que reuniu vários artistas iberoamericanos com suas obras que, desde diversas perspectivas, analisaram a complexidade do envelhecimento humano.

redip-em-puebla-por-uma-cultura-do-envelhecimentoO evento elegeu Bolívia para sediar o VI Congresso Iberoamericano de Psicogerontologia, sob a coordenação de Mercedes Zerdá e Ely Crespo. O congresso está previsto para outubro de 2015.

Agradecimento ao CMUCH e equipe

Foi consenso entre todos os representantes da Redip o acolhimento dos responsáveis e toda a equipe do Centro Mexicano Universitário de Ciencias e Humanidades (CMUCH), instituição que sediou o V Congresso. Ressaltamos os afetos, organização e cuidado que tiveram com todos os membros da Redip, e manifestamos nosso grande agradecimento a Alejandro Gullermo Martinez Casillas, Teresita del Niño Jesús Ramírez Renero, Francisco Fernández Rodríguez, Rosa Martha Guillén Apreza, Flor de Guadalupe Garduño Estrada. Agradecimento especial a Marco Antonio Cubillo León e Fernando Quintanar Olguín que fizeram acontecer o evento de forma impecável, e aos “guias” Let e seu marido que nos apresentaram a beleza do centro de Puebla.

Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 2332 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento