Prevenção da violência institucional

Prevenir a violência contra as pessoas idosas e/ou em situação de dependência é trabalhar no sentido da qualidade dos serviços e da felicidade das pessoas. Que este manual possa contribuir para o alcance destas missões primordiais dos trabalhadores sociais.

Edmundo Martinho *

 

prevencao-d-violencia-institucionalA relevância das pessoas idosas tem sido atribuída ao progressivo envelhecimento demográfico da sociedade portuguesa e ao reconhecimento do seu papel decisivo na vidas das famílias e comunidades que integram.

A emergência de um exercício profissional informado e adequado aos clientes/utentes idosos dos serviços e equipamentos de apoio social tem estimulado vários profissionais a repensar a sua prática e a recriar as organizações onde trabalham. É este espírito, crítico e persistente, qualidades muitas vezes encontradas nas pessoas idosas, que os conduz a preocuparem-se com as questões da violência e a querer adoptar atitudes, comportamentos e dinâmicas organizacionais que viabilizem o bem-estar de todos e a produtividade ética da instituição.

Manual

A qualidade dos serviços e equipamentos, nomeadamente os que se dirigem a pessoas idosas e/ou em situação de dependência, releva em grande parte dos recursos humanos que os orientam e/ou prestam isto é, membros de Direcção, directores técnicos, ajudantes de lar ou familiares, pessoal administrativo, pessoal de limpeza e auxiliar e outros profissionais. Também os voluntários poderão ter uma acção complementar, e não de substituição, à dos recursos humanos melhorando os serviços e equipamentos.

Este manual dirige-se a trabalhadores sociais, em especial directores técnicos ou responsáveis de serviços e equipamentos para pessoas idosas e/ou em situação de dependência, partindo do pressuposto que apostam na melhoria dos seus conhecimentos e no fortalecimento das capacidades relacionais de modo a prosseguir a sua missão essencial: cuidar e garantir o bem-estar das pessoas a favor das quais intervêm.

Porque qualquer forma de violência contra as pessoas idosas e/ou em situação de dependência surge como recriminável pois é um fenómeno extrema de violação dos direitos humanos fundamentais, defende-se que quanto mais soubermos e discutirmos a violência mais saberemos evitá-la e actuar nas suas várias manifestações.

O que se propõe com este documento é abordar a violência em serviços e equipamentos, encarando a sua prevenção como uma das fontes de longevidade em autonomia das pessoas idosas e das pessoas em situação de dependência.

O Manual pode ser acessado na sua íntegra Aqui

* Edmundo Martinho é presidente do Instituto para o Desenvolvimento Social

Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 2610 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento