Os novos relacionamentos da maturidade

Tempo de Leitura: 2 minutos

Juntos há 40 anos, o ex-vice-presidente dos Estados Unidos, Al Gore, e sua mulher, Mary Elizabeth Tipper Gore, anunciaram recentemente a separação. Este vem sendo um tema muito discutido e comentado no meu consultório: pessoas que, na meia-idade, resolvem partir para diferentes e novas perspectivas de vidas. Parece que o que acaba nos causando certo espanto é o reconhecimento e a percepção de que, mesmo quando adentramos em uma idade mais avançada, o desejo permanece como mola propulsora de vida.

Dorli Kamkhagi *

 

Esta libido de vida não está, segundo Freud, necessariamente ligada às funções sexuais e genitais. Pode ser entendida como um reservatório de energia que, em alguns momentos da vida, se abre buscando um caminho para se expressar.

Algumas relações que não puderam ter novas configurações, ou não se adaptaram bem às mudanças do dia a dia, precisam tomar uma nova forma. Os anos de uma história em que o casal se encontra e se encanta costumam seguir um caminho: amor, família, casa, filhos, trabalho, sucessos. Bem, o “script” que escrevemos nem sempre obedece a estes critérios e acabamos por nos acomodar, aceitar pequenas dificuldades, frustrações, adaptações – algo justo e natural.

A vida a dois, ou melhor, a quatro ou cinco, com o passar do tempo, cobra o seu preço, que faz parte do papel que escolhemos: o de ser mãe, pai, marido e esposa. Muitas vezes deixamos de olhar para dentro e percebemos que algo muito importante ainda toca uma melodia que julgávamos esquecida. Aí surge um novo despertar do casal e percebemos que ainda há lugar para viver a sua sexualidade, o seu companheirismo, a busca por alguns sonhos.

Mas nem sempre isto é possível e rupturas são necessárias quando estas transformações não acontecem com o casal. Neste caso, ainda existe tempo de começar um novo capítulo. Quem sabe mudando os antigos contos de fadas do “e eles foram felizes para sempre” para o “e ela partiu para um novo encontro em busca de si mesmo”.

*Dorli Kamkhagi é doutora em Psicologia Clínica, mestre em Gerontologia e pesquisadora Do Lim 27- Laboratório de Neurociências do Instituto de Psiquiatria da Universidade de São Paulo. E-mail: [email protected]

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 3828 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento