O reencontro da alma

Tempo de Leitura: 3 minutos

Em minha viagem equivocada através das coisas descobri a humanidade e o mundo. Encontrei pessoas.  E reencontrei a ti, minha alma […]. (C. G. Jung)


Não sei bem o porquê, mas ando nostálgica. Talvez seja por um excesso de tecnologia, talvez saudosa das ligações, cabines telefônicas… sim, você lembra? Houve um tempo em que ouvíamos a voz uns dos outros, imaginávamos como o outro estaria, nada de chamadas de vídeo e essas tais modernidades de hoje em dia. Se um “caso” acabasse, só mesmo contando com a conspiração dos Deuses para um novo e inusitado encontro. Amizades dos bancos de escola? Lá se iam na esteira do tempo. Pois é, não eram tempos de internet, mas confesso que mesmo assim, bate uma enorme saudade.

Lembro como se fosse hoje, agorinha mesmo, do dia em que meu pai chegava todo feliz com uma televisão que, dizia ele, era colorida, isso por volta de 1968 (não sei bem, o tempo é complicado…).

Mas eu explico: uma faixa era vermelha, outra azul e a última amarela, todos os tons eram claros para não prejudicar a linda e encantadora imagem. Que delícia de recordação até porque tenho dúvida se foi exatamente assim. Acho que minha irmã mais velha saberia contar a história com mais exatidão.

Quando o dinheiro ficava um pouquinho melhor, lá vinha ele com uma barra de chocolate da antiga Sonksen, era de dar água na boca, não só porque era gostoso demais, mas principalmente em ver o prazer que ele tinha em nos dar agradinhos em tempos de tanta dificuldade.

Nessa época, bastava que ele apenas se ajoelhasse, ficasse do meu tamanho, abrisse os braços e me enchesse de beijos e, lógico, falasse quem é a menininha mais linda do mundo, que eu me sentia a garota mais sortuda do planeta, aquela que tinha o melhor pai, o maior e o mais amado.

Era Natal… e o som que invadia nossa casa não podia ser outro, só dava o long play do jovem Johnny Mathis, na vitrola que para mim era o que existia de mais moderno.

Aqui registro apenas um trechinho de My love for you, música que muito bem representava o homem que era meu pai apaixonado, emocional, afetivo, generoso e acima de tudo humano.

É desse jeito que entendo o amor, “meu amor por você”:

Não haverá outros lábios
Outros braços
Nenhum outro amor para mim
Sentindo o que sinto
Como poderia haver?

E assim ele será
Bem além da eternidade
Sempre fiel sempre verdadeiro
Meu amor por você

imagem extraída do Livro Vermelho de C.G. JUNG.

Acho que os poucos sete anos em que fui premiada em tê-lo como meu pai, aprendi a amar (em todas as dimensões) e, também, a ter um senso de justiça, de reflexão e profunda indignação aos absurdos que enfrentamos nesses dias sombrios em que tantos queridos se foram por irresponsabilidade e omissão daquele um.

Assim, proponho a todos de coração generoso – como meu pai, homem inquieto que sempre buscou por respostas – que reflitam, nesse incerto, mas esperançoso 2022, sobre as palavras de Carl Gustav Jung em seu Livro Vermelho, capítulo I, “O reencontro da alma”:

Minha alma, onde estás? Tu me escutas? Eu falo e clamo a ti – estás aqui? Eu voltei, estou novamente aqui – eu sacudi de meus pés o pó de todos os países e vim a ti, estou contigo; após muitos anos de longa peregrinação voltei novamente a ti.

Devo contar-te tudo que vi, vivenciei, absorvi em mim? Ou não queres ouvir nada de todo aquele turbilhão da vida e do mundo?

Mas uma coisa precisas saber: uma coisa eu aprendi: que a gente deve viver esta vida […].

Espero que você reencontre aquela que nunca, jamais te faltou, esperou pacientemente por sinais, gestos, palavras: sua alma.

Para meu pai… que tanta falta me faz!

Referências
JUNG, Carl Gustav (2010). O Livro Vermelho. Petrópolis, RJ: Editora Vozes.

Foto destaque de Elina Fairytale/Pexels


https://edicoes.portaldoenvelhecimento.com.br/cursos/

Luciana Helena Mussi

Engenheira, psicóloga, mestre em Gerontologia pela PUC-SP e doutora em Psicologia Social PUC-SP. Editora-executiva da revista Kairós Gerontologia. Coordenadora da Coluna Filmografia do Portal do Envelhecimento. Professora do Curso de Especialização em Gerontologia (Cogeae-PUCSP). E-mail: [email protected]

lucianamussi escreveu 93 postsVeja todos os posts de lucianamussi

WhatsApp
LinkedIn
Share
Instagram