O “Método Kominsky” aborda o envelhecimento masculino

Série aborda sobre o processo de envelhecimento masculino e suas diversas problemáticas: viuvez, diminuição da libido sexual, relações intergeracionais e o peso de “ser velho” para a sociedade.

Thaís Teixeira Carvalho (*)


É muito comum ver filmes e séries voltadas para o envelhecimento feminino, principalmente quando tratamos sobre luto, mas e sobre o luto masculino no período da velhice? Esse é um dos temas do “Método Kominsky”, uma série que aborda sobre o processo de envelhecimento masculino e suas diversas problemáticas: viuvez, diminuição da libido sexual, relações intergeracionais e o peso de “ser velho” para a sociedade.

A trama conta sobre a dificuldade do ator Michael Douglas de se relacionar consigo mesmo e com o fato de estar velho, não mais um ator galã, mas sim um professor de teatro experiente, enquanto Alan Arkin precisa aprender a lidar com a viuvez, depois de tantos anos de casado e com uma codependência emocional tão grande com sua companheira. Como lidar com tudo isso? Só ao assistir a série você irá descobrir.

O luto e a viuvez são tratados com muita leveza ante as diferentes situações que cada pessoa pode viver, mas voltada para o universo masculino. Outra questão importante abordada também é sobre as diferentes relações entre pais e filhos nesse período da velhice, uma reflexão sobre os vínculos que são criados durante a vida, a culpa de muitos pais por serem prestativos demais ou de menos, presentes ou não. Todas essas discussões podem ser levadas para a vida pessoal do espectador e também para o seu âmbito profissional, a fim de avaliar as situações vividas em cada contexto.

É importante destacar que a série é classificada como uma comédia com humor reflexivo, de forma que todas as questões que envolvem os personagens principais (Alan Arkin e Michael Douglas) contam com muita sensatez e equilíbrios das questões mais frágeis da vida em um tom sutil, além de contar com um elenco que envolve Chuck Lorre e participação de Danny DeVito.

A série está disponível para os assinantes do Netflix e atualmente possui duas temporadas com 8 episódios cada com duração máxima de 30min. Recomendo.


(*) Thaís Teixeira Carvalho – Formada em Serviço Social e com pós-graduação em Projetos Sociais e Políticas Públicas e curso de extensão Fragilidades na Velhice: Gerontologia social e atendimento, promovido pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo no segundo semestre de 2019. Atua em uma ILPI, o Lar de Amparo ao Idoso e em um serviço de acolhimento, o Educandário Anália Franco. Interesse em seguir na área de gerontologia social. Texto escrito para o curso. E-mail: thaist.p@hotmail.com


Saiba mais em: https://edicoes.portaldoenvelhecimento.com.br/cursos/

Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 2652 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento