Natal após a morte de um ente querido‎

Tempo de Leitura: 3 minutos

A morte de um ente querido implica necessariamente numa profunda mudança de paradigmas em nossas vidas e na forma como vamos continuar a caminhada.

por Nazaré Jacobucci (*)


“Eu sei que este mês deve estar sendo um dos mais difíceis da sua vida. Eu sei que os dias que se aproximam do Natal serão difíceis, que as lágrimas virão aos olhos a qualquer recordação, que os dias serão mais longos, sem cor e apáticos. Eu sei que não conseguirei remover a dor que está em sua alma. Mas tenha uma certeza: não foi um adeus, foi tão somente um até breve”
(Psic. Nazaré Jacobucci)


‎Estamos vivenciando uma das épocas mais significativas do calendário, o Natal. No entanto, se você perdeu um ente querido, um pai, uma mãe, um irmão e/ou um amigo próximo, este pode ser um período de tristeza e difícil de atravessar. O primeiro Natal sem um ente querido pode até ser algo que você teme, pois pode trazer de volta memórias do passado. Reuni algumas estratégias de enfrentamento, fornecidas por especialistas de várias instituições que trabalham com luto, que podem ajudá-lo a navegar por esse período Natalino sem seu ente querido.‎

Faça algo diferente! Desobrigue-se de cumprir tarefa natalinas.

Permita-se sentir a dor. Permita-se sentir tristeza. Permita-se chorar.

Acolha seus pensamentos e sentimentos. Não tente racionalizar emoções tão fortes.

Permita-se dizer não. Faça o que for possível e o suficiente.

Tudo bem se você quiser ficar em casa. Ficar em silêncio.

Peça ajuda e/ou apoio aos seus familiares se achar que precisa.

Conte para seus familiares como você gostaria de passar o dia de Natal.

Sempre que possível envolva as crianças nesta decisão. Afinal, elas também estão em luto.

Encontre uma forma, mesmo que simbólica, de recordar o ente querido que morreu.

Invente novas tradições. Às vezes, mudar as tradições pode ser uma decisão mais acertada.

Permita-se sentir alegria. Não se sinta culpado/culpada se tiver momentos de prazer.

Seja gentil consigo mesmo!

Enfim, o Natal será para todo o sempre diferente depois de uma perda significativa. Faz parte do processo de luto compreender as emoções que estas datas nos proporcionam e, na medida do possível, se reorganizar emocionalmente para vivenciá-las. A morte de um ente querido implica necessariamente numa profunda mudança de paradigmas em nossas vidas e na forma como vamos continuar a caminhada.

Referências

Adomaitis, M.B. 27 Tips for Dealing with Grief at Christmas. Disponível em: https://dying.lovetoknow.com/Grief_at_Christmas

Jacobucci, N. Natal: Como lidar com a dor do luto durante as festividades do final do ano. Dez. 2017. Disponível em: https://perdaseluto.com/2017/12/19/natal-como-lidar-com-a-dor-do-luto-durante-as-festividades-do-final-do-ano/

Marie Curie [site]. Christmas after the death of a loved one. Dez. 2018. Disponível em: https://www.mariecurie.org.uk/blog/christmas-tips/220455

Williams, L. 64 Tips for Coping with Grief at the Holidays. Dez. 2013. Disponível em: https://whatsyourgrief.com/64-tips-grief-at-the-holidays/

Winston’s Wish [site]. Coping with grief at Christmas. Nov. 2021. Disponível em: https://www.winstonswish.org/coping-with-grief-at-christmas/

(*) Nazaré Jacobucci – Psic. Mestre em Cuidados Paliativos. Psic. Especialista em Perdas e Luto. Especialista em Psicologia Hospitalar. Psychotherapist Member of British Psychological Society (MBPsS/GBC). Responsável pelo blog Perdas e Luto: http://www.perdaseluto.com. Matéria publicada no dia 13 de dezembro em seu blog.

Foto destaque de Valeria Boltneva/Pexels


Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 3935 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento

WhatsApp
LinkedIn
Share
Instagram