Moradia para idosos do Québec: um modelo inimitável!

A moradia para idosos do Quebec parece ser diferente dos modelos construídos em outras partes do mundo, a tal ponto que vários tentam imitar.

Luc Maurice (*)


Rita Kataroyan, vice-presidente de vendas e marketing do Le Groupe Maurice., participou recentemente da Conferência de Quebec sobre aluguel de imóveis, onde abordou a questão com vários participantes do setor. No final dessas trocas, se percebeu que as residências de Quebec são verdadeiramente únicas!

Valorizando a autonomia

O que torna nossos complexos residenciais tão únicos? Por que a proporção de idosos morando em casa de repouso é três vezes maior em Quebec do que em outras partes do Canadá? De acordo com as discussões de Rita com nossos colegas desse meio, essa diferença pode ser explicada por ofertarmos moradia para pessoas independentes, que é menos comum no resto do Canadá.

Somos, portanto, vários promotores imobiliários que compartilham desse entusiasmo sobre o modelo de residências de Quebec para idosos. A razão é muito simples: os idosos têm a liberdade de escolher os serviços que desejam ou precisam. Estamos longe de sermos residências destinadas exclusivamente a fornecer cuidados, que é a norma fora da província. De fato, aqui, a oferta de serviços é múltipla e à la carte, além de evoluir de acordo com os interesses atuais dos aposentados. Por conseguinte, posso dizer sem escrúpulos que o nosso modelo é o reflexo fiel da nossa sociedade de Quebec: inovadora, inspiradora, epicurista e, acima de tudo, humana.

Liberdade em primeiro lugar

Como resultado, ante complexos residenciais projetados exclusivamente para pessoas com perda de autonomia, as residências de Quebec permitem que os aposentados escolham morar lá, em vez de ser um último recurso quando confrontados com problemas de saúde. É por isso que estamos falando de ambientes vivos, projetados para aqueles que querem aproveitar o que a aposentadoria tem a oferecer. Como muitas vezes chegam lá também mais novos, as possibilidades de socialização, entretenimento e realização são infinitas! Para nós, nunca foi uma questão de perder a sua autonomia e a sua liberdade, pelo contrário: tudo foi pensado para que os idosos pudessem dar livre curso aos seus desejos e interesses.

Os desafios do futuro

No entanto, apesar de estarmos felizes que a residência de Quebec sirva como inspiração em vários outros lugares, estamos mais do que conscientes de que o trabalho não para por aí. Como o nosso compromisso com os idosos é incansável, agora estamos trabalhando para antecipar os desafios que já estão no horizonte. Em 2028, Quebec precisará de 50.000 unidades adicionais para atender idosos. A população canadense está envelhecendo e teremos problemas para atendê-la bem se não agirmos hoje. É por isso que, junto com outros participantes do setor, nos reunimos recentemente com o Governo do Quebec para discutir diferentes soluções.

A visão

Finalmente, acredito que é a visão subjacente ao nosso modelo de residências para idosos que é a nossa força. Nós amamos profundamente nossos idosos e sua felicidade é nossa prioridade. Além disso, somos criadores, máquinas de ideias, entusiastas em Quebec. Para meu grande orgulho, é isso, na minha opinião, o que desperta a admiração e o interesse de nossos colegas no exterior … e que, sem dúvida, nos torna inimitáveis!

(*) Luc Maurice – Presidente e fundador Le Groupe Maurice. Tradução livre por Sofia Lucena.

https://edicoes.portaldoenvelhecimento.com.br/produto/psicologiadoenvelhecimento/


Sofia Lucena

Sofia Lucena

Estudante de Engenharia de Produção da Universidade Federal de São Carlos (SP). Colabora com o Portal do Envelhecimento fazendo traduções de temas relacionados à longevidade humana. E-mail: sofiacortel@hotmail.com

sofialucena escreveu 24 postsVeja todos os posts de sofialucena