Milhões de idosos são ignorados na resposta humanitária

Tempo de Leitura: 4 minutos

A HelpAge International diz que uma resposta humanitária que não leva em consideração as necessidades dos idosos na Ucrânia é inaceitável.


Com mais de 100 dias de guerra na Ucrânia, a HelpAge International alerta que milhões de idosos presos estão sendo ignorados na resposta humanitária, apesar de representarem um quarto da população do país. Um novo relatório da HelpAge International realizado no oeste e centro da Ucrânia oferece informações sobre as necessidades específicas dos idosos deslocados. Este relatório é baseado em 569 entrevistas (218 com mais de 60 anos) realizadas entre 6 e 11 de maio de 2022 em Chernivetska, Lvivska e Dnipropetrovska.

Entre os dados revelados pela pesquisa, destaca-se que:

–  Quase nove em cada 10 idosos (89%) apresentam algum problema de saúde, como hipertensão (57%), problemas cardíacos (50%), dores nas articulações (41%) e problemas gastrointestinais (20%).

– 71% das pessoas com problemas de saúde têm mais de um problema.

– Apenas 43% têm acesso total aos medicamentos; 12% dizem que não têm acesso.

– 43% têm pelo menos uma deficiência. 34% dizem ter problemas de mobilidade, 14% não enxergam bem, 8% têm problemas de memória e 6% problemas de comunicação.

– 74% dos inquiridos indicaram que a sua maior necessidade é o dinheiro, o que lhes permitiria o acesso autónomo aos bens de que mais necessitam.

– Relativamente às suas necessidades secundárias, sete em cada 10 pessoas (70%) referiram medicamentos e cuidados de saúde e seis em cada dez (61%), artigos de higiene.

– 8% não têm acesso a água potável.

– Apenas metade das pessoas estão formalmente registradas como deslocadas internas e recebem benefícios sociais. Mais de dois terços (69%) não foram consultados por uma agência humanitária desde o início da guerra.

O CEO da HelpAge International, Justin Derbyshire, comentou à imprensa internacional que “Este é um alerta para que ações urgentes sejam tomadas para atender às necessidades reais, duras e desesperadas dos idosos na Ucrânia. O sistema humanitário muitas vezes não responde às necessidades específicas dos idosos. Seria vergonhoso não os colocar no centro desta resposta quando há uma proporção tão alta nesta guerra. Precisamos acertar isso e precisamos agir agora na Ucrânia e em outras emergências ao redor do mundo, onde os idosos continuam sendo ignorados e deixados para trás”.

Em todo o país, muitos idosos permanecem em casa, muitos deles em áreas de intensos combates. Eles precisam de acesso a abrigo, comida, água, remédios, apoio emocional e acesso às suas pensões, mesmo que não cubram suas necessidades básicas.

Há pessoas mais velhas que ajudam os outros, incluindo outras pessoas mais velhas e crianças. É amplamente reconhecido que os idosos têm necessidades específicas que devem ser atendidas como parte de uma resposta humanitária inclusiva e eficaz. No entanto, eles raramente têm prioridade.

Mesmo antes da escalada da guerra em fevereiro, um terço de todas as pessoas na Ucrânia afetadas pelo conflito que começou em 2014 tinha mais de 60 anos. Embora existam muitas pessoas que estão fazendo grandes esforços para ajudar os idosos, as ações devem ser intensificadas para atender às suas necessidades.

Orla Murphy, Oficial de Resposta Humanitária da HelpAge na Ucrânia, declarou: “O nível de trauma e necessidade de tantos idosos é inimaginável, especialmente entre aqueles que já sofreram oito anos de guerra no leste. do país. À medida que nos aproximamos dos 100 dias de guerra, é hora de a comunidade global reconhecer os horrores e as dificuldades que os idosos enfrentam e parar de colocá-los no final da fila.”

A HelpAge International, que opera na Ucrânia desde 2014, está lançando programas de apoio para idosos deslocados internamente e em casas de repouso em Lviv, Dnipro e áreas vizinhas. Ela pede às organizações humanitárias na Ucrânia que priorizem os idosos para que suas necessidades sejam atendidas, seja em casa, em casas de repouso ou como deslocados internos. Os países receptores também devem garantir que os direitos dos idosos sejam respeitados, incluindo prioridade nos pontos de fronteira e trânsito e a proteção daqueles que enfrentam riscos adicionais, como idosos com deficiência e mulheres idosas.

Serviço
Ajude os idosos afetados pelo conflito na Ucrânia
A HelpAge International trabalha na Ucrânia para apoiar os idosos afetados pelo conflito desde 2014. Bens básicos como alimentos, remédios e apoio psicológico foram fornecidos pela rede. Agora, os idosos da Ucrânia precisam de ajuda urgente. Na HelpAge International estamos agindo para salvar o maior número de vidas possível.

Fonte: HelpAge Internacional.
Foto: Emre Caylak/Helpage


https://edicoes.portaldoenvelhecimento.com.br/produto/curso-interdicao/

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 3936 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento

WhatsApp
LinkedIn
Share
Instagram