Mandioca, a rainha do Brasil!

Tempo de Leitura: 5 minutos

Reverenciada há muito tempo e apelidada como a “Rainha do Brasil”, a mandioca foi eleita pela ONU, como o alimento do século XXI. De Norte a Sul do Brasil, ela é cultivada e consumida em receitas doces, salgadas e bebidas.


“Educar com Alimentos” é o que norteia minha missão como educadora alimentar. E por isso quero compartilhar com os leitores do Portal do Envelhecimento uma data muito especial para mim que é o “Dia Nacional da Mandioca”.  Há muitos anos tenho programações diferenciadas para vários grupos de alunos, de crianças à idosos. A Embrapa Mandioca criou, em 2007, o Dia Nacional da Mandioca (Maniho esculenta) e a lei foi instituída desde 2013.  O dia 21 de Abril coincide com o Descobrimento do Brasil, propositalmente, devido à sua relevância para o país, desde a sua colonização.

Vamos conversar sobre esse tubérculo?

A mandioca é uma raiz, conhecida nacionalmente, com nomes muito variados: mandioca, aipi, aipim, castelinha, uaipi, macaxeira, mandioca-doce, mandioca-mansa, maniva, maniveira, pão-de-pobre, mandioca-brava, mandioca-amarga… a pluralidade de nomes representa a importância que a planta da mandioca tem em todo o território brasileiro.

A mandioca é nativa do Brasil e, ao longo dos anos, diversas espécies e variedades surgiram da interação com os povos indígenas e demais agricultores que povoaram as terras do país. É um produto da agricultura familiar brasileira, e patrimônio de comunidades e povos originários.

Reverenciada já há muito tempo e apelidada como a “Rainha do Brasil”, foi eleita pela Organização das Nações Unidas (ONU), como o alimento do século XXI. De Norte a Sul do Brasil, a mandioca é cultivada e consumida. Encontramos receitas doces, salgadas e bebidas, feitas com mandioca. Seu consumo representa apoio e respeito à cultura, tradição e produção local.

O pesquisador e professor Joselito Motta (da Embrapa), coloca a grande importância econômica para o Brasil, assim como sua relevância social para o país. De acordo com ele, o cultivo do alimento é essencial para a segurança alimentar, pois a mandioca se difere dos outros alimentos quando em relação ao seu cultivo em lugares semiáridos.

Tipos e variedades
E quando falamos de mandioca, muitos me perguntam se existe variedade venenosa, quais são as características etc. Ao estudarmos a mandioca, realmente descobrimos um mundo a parte com tantos tipos e variedades. A Manihot esculenta é dividida em dois tipos: brava e mansa, de acordo com seu nível de toxicidade. Quando mansa, também é chamada de aipim ou macaxeira. Planta que alcança uma média de 2 metros de altura a partir do solo, é totalmente aproveitável, das folhas às raízes – seu tronco em geral é usado para ração de animais ou adubo. Suas raízes são ricas em carboidratos enquanto as folhas, em proteínas. No caso da mandioca brava, as folhas também são tóxicas e devem ser processadas (trituradas, expostas ao vento etc.) antes de consumidas. Temos muitos estudos e pesquisa nesse sentido.

Mandioca e seus benefícios nutricionais

A mandioca é considerada um alimento bastante nutritivo, possui fontes de carboidrato, amido, vitaminas, ferro, fósforo, potássio e sais minerais, tornando-se umbom alimento para a nossa imunidade. Não contém glúten e ainda ajuda na produção de serotonina, substância responsável pela sensação de bem-estar. Auxilia no funcionamento intestinal devido ao seu alto teor de fibras.

Como ativista do Movimento Slow Food no Brasil, desde 2008, faço parte de um Grupo de Trabalho e Comunidade com pessoas bem diversas ligadas a mandioca: agricultores, cozinheiros, pesquisadores, estudantes etc.  Convido você, leitor, a conhecer um pouco desse trabalho no site: www.slowfoodbrasil.com.br

Algumas receitas

Manjar de Tapioca com abacaxi grelhado

Meus netos australianos amam, e toda vez que viajo levo na mala vários saquinhos: essa é a tapioca granulada, mas quebradinha. Um manjar diferenciado, de baixo custo com sabor inusitado!

Ingredientes
1 litro de leite
1 vidro de leite de coco
1 ½ xícara (chá) de açúcar
1 xícara de chá de coco ralado
1 xícara (chá) de tapioca granulada
1 pitada de sal

Modo de Preparar
– Coloque em uma panela grande o leite, o açúcar, o sal e a tapioca, mexa até engrossar. Coloque o leite de coco, coco ralado e continue mexendo por mais 3 minutos.
– Coloque em forma de anel (com buraco central), untada com óleo, o manjar. Leve para gelar. Se preferir coloque em forminhas pequenas para servir individual.

Acompanhamento

 Abacaxi Grelhado
1 abacaxi médio. Higienizar bem a casca do abacaxi (aproveite congela-las, para sucos e chás).
Corte em rodelas e grelhe em frigideira de ferro ou ante aderente.

Montagem
No prato que será servido coloque a fatia de abacaxi grelhado, em cima o manjar de tapioca e cubra com a calda de sua preferencia!

Palitos e Pão de Queijo com Mandioca

Ingredientes
250g de polvilho azedo
250g de polvilho doce 500g de mandioca cozida e espremida ou amassada com garfo 1\2 xícara de chá de leite
3\4 xícara de chá de óleo 1 colher de chá de sal ou a gosto
3 ovos 200g de queijo ralado meia cura ou parmesão

Modo de Preparo

  1. Em recipiente misture os polvilhos e reserve.
  2. Em uma panela coloque a mandioca o leite o sal o óleo e leve para ferver no fogo médio até que ferva, só então despeje sobre o polvilhos e misture bem.
  3. Vá adicionando os ovos um a um mexendo ( com auxilio de colher de pau ou fouet) a cada adição e junte o queijo ralado e amasse até incorporar.
  4. Modele os palitos ou as bolinhas de pão de queijo (médias) .
  5. Coloque numa assadeira untada com óleo e leve para assar em forno 180º.C (preaquecido) por 20minutos ou ate dourar, retire e sirva.

Dica: pode ser frito.

Sugestões de Molhos para acompanhar os palitos de mandioca e queijo.

Vinagrete de Cambuci 

Ingredientes
3 tomates sem sementes
2 cambucis (1 pitado 1 batido) ou / e 2 colheres de suco de limão
1 cebola média
1 dente alho grande
½ xícara de chá de azeite de oliva Sal e pimenta a gosto
1 xícara de chá salsinha picada ou/e ervas

Modo de Preparo

  1. Misture o Cambuci batido ou bem amassadinho, o limão com o azeite de oliva, bata até ficar cremoso, junte, o tomate, cebola, alho, sal pimenta e ervas. Prove!
  2. Sirva a parte.

Ana Maria Ruiz Tomazoni

Ana Maria Ruiz Tomazoni

Ana Maria Ruiz Tomazoni - Doutora em Educação (PUC-SP), Mestre em Gerontologia Social (PUC-SP) e Pós-Graduada em Hotelaria e Eventos pelo Senac SP. É fundadora e Diretora Pedagógica da Escola de Gastronomia Sabor & Saber. Atua como docente, educadora alimentar, pesquisadora, escritora e palestrante. É avó de 7 netos e uma eterna aprendiz. E-mail: amrtomazoni@gmail.com. Site: www.saboresabergastronomia.com.br. Facebook Sabor & Saber Gastronomia. Instagram: saboresabergastronomia

anatomazoni escreveu 11 postsVeja todos os posts de anatomazoni