Mais de 60 atividades para idosos em 2 livros: Tecendo e Poética

Tempo de Leitura: 3 minutos

São dois cadernos de atividades com 250 páginas cada e muita criatividade, com foco na gerontologia social. Ambos os livros podem ser adquiridos na editora Portal Edições.


Sônia Fuentes, psicóloga com mestrado em gerontologia social, encarou uma pesquisa fantástica em seu pós-doutorado na mesma área. Reuniu dois grupos vulneráveis, jovens do Projeto Quixote e idosos do Centro-Dia Pasárgada, para testar na prática suas oficinas e medir o quanto elas podem beneficiar ambos os grupos. O primeiro passo foi orientar os jovens para atuar como animador cultural junto aos idosos. Jovens que não tiveram essa convivência, pois viviam nas ruas até serem acolhidos pelo Quixote, portanto, com pouca lembrança sobre carinho de mãe, pai, avô ou avó.

Do outro lado, idosos, muitos deles com demência, cada vez com menos contato com jovens, pois passam o dia ao lado de cuidadores e outros profissionais. O que Sônia queria era mostrar que – com um mínimo de boa vontade e disposição – suas oficinas podem ser comandadas por qualquer pessoa. O livro traz cada uma detalhada: lista o material a ser usado, o objetivo a ser alcançado e o passo a passo do aquecimento à execução. O resultado foi maravilhoso. Os jovens se encantaram com os velhos e vice-versa a ponto de convidá-los para juntos continuar a assar bolos e biscoitos (uma das oficinas de maior sucesso, são 30 no total).

Cristiane Pomeranz é arteterapeuta e mestre em gerontologia social, dedica sua vida ao trabalho com idosos em projetos como o Faça Memória com turmas no MuBE (Museu Brasileiro de Escultura e Ecologia), nos Jardins, e no Instituto Tomie Ohtake, em Pinheiros, e tem larga experiência em centro-dias públicos e privados onde desenvolve o mesmo trabalho.

Por meio da arte e de uma conversa gostosa e afetuosa os idosos, depois de uma visita guiada ao museu, reúnem-se no athelier para pintar, fazer colagem, criar, desenvolver mil atividades. É esta experiência incrível que ela coloca no livro Poética da Velhice.

A didática é perfeita, a partir de uma crônica muito bem elaborada, com base na sua experiência de vida, ela apresenta elementos de reflexão para em seguida propor uma atividade que pode ser uma simples conversa sobre o que foi lido ou, para além da conversa, uma brincadeira, um exercício prático, tudo com muita arte. A maioria do público atendido pela autora tem problema de cognição, alguns na fase mais severa do Alzheimer, mas de uma maneira geral todos são beneficiados, todos têm ganhos cognitivos comprovados a partir de uma prática testada e aprovada que as autoras, por meio dos seus livros, Tecendo e Poética, colocam agora ao alcance de todos.  

Foto destaque: Ena Marinkovik/Pexels


mediação familiar
https://edicoes.portaldoenvelhecimento.com.br/produto/curso-mediacao-familiar/

Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 3433 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento