Livro “Políticas Sociais e Gerontologia” está disponível online

Tempo de Leitura: 4 minutos

A nossa motivação na proposição do livro iniciou com um debate entre os organizadores, destacando o espaço que a Gerontologia, nas diversas concepções teóricas, vem ocupando nas políticas sociais e na produção científica.

Denis Cezar Musial Áurea Eleotério Soares Barroso Juliana Ferreira Marcolino-Galli Fernanda Rocha (*)


A proposta reflexiva deste livro “Políticas Sociais e Gerontologia: diálogos contemporâneos” é um conjunto de produções críticas e reflexivas que caminham e expressam as políticas sociais sob diversos olhares, proporcionando um aprofundamento sobre o envelhecimento na sociedade contemporânea. A nossa motivação na proposição do livro iniciou com um debate entre os organizadores, destacando o espaço que a Gerontologia, nas diversas concepções teóricas, vem ocupando nas políticas sociais e na produção científica.

Ressaltamos que a pauta do envelhecimento está em descompasso com a constituição das políticas sociais. Apesar de muitos avanços nos marcos jurídicos e nas normativas, implantação efetiva dessas políticas estão distantes para responder ao cenário brasileiro.

Ao finalizarmos essa organização, notamos que a complexidade e a heterogeneidade da temática proposta foi explorada e, o leitor poderá vivenciar isso em dois sentidos: (1) pela presença de aproximadamente cinquenta e sete (57) pesquisadores, pesquisadoras, trabalhadores, trabalhadoras que possuem como motor a ciência e o envolvimento afetivo pela defesa da vida e, consequentemente pela defesa ao envelhecimento com dignidade e, (2) pelo universo de cada pesquisador(a) que demonstra o quanto esse debate é amplo, diversificado e dependente das demandas regionais do Brasil, principalmente quando se manifestam num contexto de acirramento das desigualdades sociais e de recuo do estado em propor políticas públicas.

O livro é composto por vinte e sete capítulos, organizados em quatro seções, quais sejam: (1) Proteção Social, Velhices e Políticas Sociais; (2) Cuidados de Longa Duração e Instituições de Longa Permanência; (3) Serviço Social, Velhices e Políticas Sociais e; (4) Velhices contemporâneas. Essa divisão dos capítulos em seções é meramente didática para facilitar a aproximação entre os temas, mas reconhecemos que as discussões apresentadas dialogam e articulam entre si.

Além disso, após o prefácio da Profª Solange Teixeira que traz uma história viva da política nacional do idoso, abrimos as reflexões deste livro pela entrevista com o Mestre Marcelo Antônio Salgado – Assistente Social e um dos pioneiros que impulsionou as políticas públicas para a população idosa. Sua história de vida culmina com a profissional e, nosso reconhecimento fica registado aqui. A entrevista foi mediada pelo Assistente Social Denis Cezar Musial, através da indicação feita pela Profª Drª Áurea Eleotério Soares Barroso.

Como finalização do livro, destacamos um breve ensaio desenvolvido pelas pesquisadoras Evany Bettine de Almeida e Thais Bento Lima da Silva da Associação Brasileira de Gerontologia (ABG), reafirmando o compromisso desta instituição em defesa da ciência na perspectiva da garantia dos direitos humanos e da Gerontologia enquanto área que também insere os profissionais nas políticas sociais.

A seção sobre proteção social, velhices e políticas sociais contempla um conjunto de dezessete capítulos que percorrem diversos caminhos e, perpassam as políticas sociais em diversos âmbitos, como habitação, saúde, educação, assistência social. Neste conjunto, sublinha-se as velhices plurais, especialmente as “velhices vulneráveis” – compreendidas como aquelas que se afastam do padrão de envelhecimento ativo. Ainda nesta seção, pontua-se os desafios em envelhecer no cenário brasileiro frente às políticas sociais insuficientes por parte do estado que, por sua vez, transfere essa responsabilidade para a sociedade civil através das redes de solidariedade e do voluntariado.

A seção sobre cuidados de longa duração e instituições de longa permanência, com seis capítulos, compartilha experiências brasileiras e outros países sobre a política de cuidados, marcando a importância da política pública nos espaços que têm sido comandados, predominantemente, pela sociedade civil. Os autores reconhecem a ILPI como um espaço de cuidado e moradia, rompendo paradigmas de espaços depositários para o fim da vida.

A seção sobre serviço social, velhices e políticas sociais expõe a atuação do assistente social nas dinâmicas do envelhecimento, proporcionando ampliação da discussão na categoria profissional. O campo de maior empregabilidade dos assistentes sociais são as políticas sociais, o que convoca demanda de formação e produção científica na consolidação do projeto ético-político profissional. Tal seção compõe-se em três capítulos.

A seção “velhices contemporâneas” atravessa temas recentes na pauta do envelhecimento. Um panorama histórico pode ser encontrado nesta seção quanto às conquistas e desafios no século XXI, além de capítulos que discutem a desigualdade de gênero, o lazer, o impacto da tecnologia e o enfrentamento da pandemia que estamos vivenciando.

Entretanto, o debate não se encerra. Ao contrário, promove diálogos atualizados e voltados às demandas urgentes que o envelhecimento produz na sociedade contemporânea. Espera-se que a leitura deste livro seja um caminho para outros olhares, com novos diálogos e, cada vez mais nos engaje na construção coletiva de práticas e saberes voltados às velhices plurais.

A sua leitura e o nosso diálogo é também resistência de que VIDAS IMPORTAM! VELHICES IMPORTAM!

(*) Denis Cezar Musial Áurea Eleotério Soares Barroso Juliana Ferreira Marcolino-Galli Fernanda Rocha são organizadores do E-book “Políticas Sociais e Gerontologia: diálogos contemporâneos”

Serviço
Livro “Políticas Sociais e Gerontologia: diálogos contemporâneos
Organizadores: Denis Cezar Musial Áurea Eleotério Soares Barroso Juliana Ferreira Marcolino-Galli Fernanda Rocha
Editora: Uniedusul (PR)
Ano: 2020
Páginas: 392
Link de acesso: https://www.uniedusul.com.br/publicacao/politicas-sociais-e-gerontologia-dialogos-contemporaneos/

Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 3438 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento