Lar de Idosos de Portugal é finalista do Mies: entre um hospital e um hotel

Desde a primeira indicação, em 1988, ao arquiteto português Álvaro Siza Vieira pelo projeto do Banco Borges e Irmão em Vila do Conde (Portugal), a Fundação Mies van der Rohe chama a atenção para a importância cultural da arquitetura na construção de nossas cidades. A cada dois anos ela vem premiando, com o Prêmio de Arquitetura Contemporânea Mies van derRohe, os projetos arquitetônicos europeus que mais contribuíram para o desenvolvimento de novas ideias e tecnologias.

Ana Cristina Satiro *

lar-de-idosos-de-portugal-e-finalista-do-miesA cada edição bienal, um júri seleciona um conjunto de obras finalistas para ser incluído tanto no catálogo Award e exposição no Pavilhão alemão Mies van der Rohe, considerado como uma das melhores obras arquitetônicas do século XX e que incorpora os principais objetivos que levaram à instituição do Prêmio: excelência e inovação em termos conceituais e de construção.

Nas três últimas edições os projetos vencedores foram o Museu de Arte Contemporânea de Castilla e Leon na Espanha (2007), a Ópera de Oslo na Noruega (2009) e o Neues Museum –Novo Museu de Berlim, Alemanha (2011). Este ano parabenizamos o escritório Henning Larsen Architects pelo projeto vencedor, Harpa – Sala de Concertos e Centro de Conferências em Reykjavik, na Islândia.

Este breve histórico da premiação europeia nos ajuda a entender o sentimento de surpresa dos arquitetos Manuel e Francisco Aires Mateus ao figurarem entre os cinco finalistas deste ano –mesmo tendo uma indicação anterior em 2007 – com o projeto do Centro de Artes de Sines.

A surpresa se deve ao fato do projeto selecionado estar distante da temática de museus, salas de concerto ou centros de conferência. Eles foram indicados com o projeto do Lar dos Idosos da Santa Casa de Misericórdia de Alcácer do Sal, em Portugal. Trata-se de um belíssimo projeto, mas que, nas palavras dos arquitetos, a proposta condiz com um programa duro,diferente de um museu ou de equipamentos que mostram o lado mais feliz da vida.

A estética figura entre as qualidades projetuais da dupla para o Lar dos Idosos. O movimento da fachada, que acontece entre vazios e cheios, inunda o usuário do prazer de circular pelas dependências do edifício. E este, segundo os autores foi um fator norteador para a execução do projeto – o percurso que marca o dia a dia dos idosos que se movimentam ao longo dos corredores e entre os vários espaços como um convite à convivência social.

Esta convivência vem marcada pelas questões espaciais que distinguem o privado do público e neste contexto o desenho esboça um desejo de aproximar o binômio social/privado, a fim de favorecer a construção de redes sociais entre os moradores idosos que, sem a vida em comunidade, tendem à solidão.

Os limites do terreno em que o projeto está implantado também aproximam os diferentes ao marcar a fronteira entre o espaço urbano e o rural. Assim, o contexto urbano da mata de pedra construída pelas mãos dos homens se abre para o campo harmonizando e suavizando o duro com o pulsar verde no horizonte avistado pelos idosos do Lar.

Assim, não vemos somente um projeto vencedor na mão desta dupla de arquitetos, mas,sim, a inserção do envelhecimento no tapete vermelho da arquitetura europeia que lança aosflashes do mundo projetos de relevância cultural, criatividade e tecnologia, e agora tambémnos apresenta uma arquitetura com bases na responsabilidade social de colocar o passado no
futuro das nossas cidades.

* Ana Cristina Satiro é arquiteta. Especialista em Geriatria e Gerontologia pelaUNIFESP. Consultora em acessibilidade do OLHE – Observatório da Longevidade Humanae Envelhecimento. Colunista de Acessibilidade do Portal do Envelhecimento. Membro do ECA -European Concept for Accessibility. Mestranda em Projeto de Arquitetura no Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP desde 2011.Email: ana_satiro@hotmail.com

Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 2454 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento