‘Jornal Sénior’, publicação dirigida aos 60+

Na contramão do jornalismo impresso que a cada dia acompanhamos o fechamento de um veículo de comunicação, eis que em Portugal, em maio, surgiu o “Jornal Sénior”, uma nova publicação, dirigida essencialmente às pessoas idosas e que pretende tirar as pessoas do sofá, informando-as do essencial das questões do envelhecimento e orientando a informação para as necessidades deste grupo etário.

 

 

jornal-senior-publicacao-dirigida-aos-60Trata-se de uma publicação quinzenal, em formato de papel, vendida em bancas, dirigida pelo escritor e jornalista Mário Zambujal. O jornal conta com 48 páginas e uma edição de 20 mil exemplares, a um custo de 95 cêntimos (euro). Entre os temas oferecidos estão: saúde, turismo, economia, reportagens, entrevistas e opiniões. “O objectivo do jornal é ter receitas suficientes para a sobrevivência do projecto”, diz Mário Zambujal, que acrescenta: “O que se pretende não é ter lucros, nem ordenados especiais, é manter isto vivo.”

Em declaração ao Jornal Público, o diretor desta nova publicação destacou que “Gostaríamos que o jornal tivesse coisas que não fossem meramente capazes de interessar aos que têm mais de 60 anos, mas também meter isto num corpo especial chamado família”.

Mário Zambujal explicou que o Jornal Sénior “é predominantemente de assuntos que têm que ver com saúde, com reportagens, com curiosidades, com alguma coisa de quem já pisou a barra dos 60 anos ou está perto, mas também pode ser um bom companheiro de leitura, com utilidade, para aqueles que fazem parte da família desses leitores prioritários”.

Segundo Mário Zambujal, o Jornal Sénior “é à antiga, em papel”, sem edição online, porque “Recuso-me a acreditar que os jornais em papel vão acabar porque há 60 anos que o meu amanhecer é a folhear jornais”.

Exemplo

A Newsletter Nº 24 – Maio 2013, da Associação Amigos da Grande Idade, assinalava que “Não poderemos continuar a ver o envelhecimento como algo que só acontece aos carenciados e doentes. Ele é transversal a toda a sociedade e é necessário começarmos a ajustar essa sociedade a uma nova formulação demográfica”.

Para a Associação, o “Jornal Sénior poderá vir a ser o primeiro grande exemplo deste movimento. Sem querer vai ter pessoas que conhecemos da televisão, da rádio, dos jornais e da vida pública, a falarem sobre envelhecimento e esperamos que falem também sobre as suas expectativas, os seus sonhos e as suas necessidades. Esperamos que possamos ter no Jornal Sénior uma fonte de investigação informal e de conhecimento sobre o processo de envelhecimento”.

A Associação assinala ainda que o Jornal Sénior é composto por pessoas idosas “que não vão recorrer às respostas existentes e que nada tem a ver com as necessidades que até hoje tem sido divulgadas e estudadas”. Portanto, este novo veículo de comunicação vai determinar novos procedimentos, atitudes e comportamentos.

Segundo informações da Newsletter, trata-se de “um fenómeno que temos designado pelo efeito Baby Bommer e que abrange as pessoas que nasceram pós a 2a guerra mundial, que iniciaram as grandes transformações do mundo, introduziram os direitos do trabalho, a democracia, a liberdade sexual e os princípios da igualdade. Esta geração começou a fazer 65 anos em 2011 e vai, na nossa opinião, alterar substancialmente tudo o que andamos a fazer na área do envelhecimento”.

Referências

RODRIGUES, Pedro Nunes. Novo Jornal Sénior é “à antiga, em papel”. Disponível Aqui. Acesso em 20 de maio de 2013.

Newsletter N. 24 de Maio de 2013 da Associação Amigos da Grande Idade. Disponível Aqui

Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 2597 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento