III Conferência Nacional dos Direitos da Pessoa Idosa deve server como alerta

Tempo de Leitura: 3 minutos

O valor das pessoas não está apenas na fase produtiva do indivíduo, mas sim em todas as etapas da vida, que inclui infância, adolescência, juventude e velhice. A declaração é da ministra Maria do Rosário, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), que lançou no dia 24 de agosto, em Belém do Pará, a III Conferência Nacional dos Direitos da Pessoa Idosa. A conferência será realizada em Brasília entre os dias 23, 24 e 25 de novembro de 2011.

Assessoria SDH *

 

Para uma plateia composta por membros dos Conselhos Estaduais e Municipais do Idoso de todo o país, representantes de entidades do setor, parlamentares, membros do poder público do Pará e dos estados vizinhos, a ministra falou da importância do fortalecimento das políticas públicas de promoção dos direitos dos idosos e disse que a conferência será um espaço importante para avaliação e consolidação das políticas públicas em curso no país para o segmento.

“Essa conferência deve servir como um alerta para que o Estado Brasileiro, governos estaduais e municipais, prefeituras e sociedade se mobilizem, para juntos cumprirem plenamente a legislação e o Estatuto do Idoso em todo o território nacional. Ao lançar este importante evento, o fazemos com a responsabilidade de um país que possui mais de 21 milhões de idosos”, afirmou Rosário.

Maria do Rosário agradeceu a presença dos conselheiros e das autoridades presentes no evento e pediu que os estados brasileiros organizem grandes conferências estaduais do idoso, que são preparatórias para o evento nacional. A ministra falou das políticas em curso no país voltadas para os idosos e lembrou que o Plano Brasil sem Miséria, lançado pela presidenta Dilma Rousseff, também foca o enfrentamento da pobreza extrema entre os idosos. “Sabemos que a população idosa é a mais atingida pela pobreza extrema. Essa também é nossa meta, garantir qualidade de vida e dignidade para os idosos”, lembrou.

Como parte da política de enfrentamento à violência contra idosos, Maria do Rosário lembrou que a SDH lançou, em janeiro deste ano, o módulo idoso do Disque Direitos Humanos (Disque 100). “Atualmente, as denúncias de violência e maus tratos contra idosos já ocupam o segundo lugar no ranking de denúncias recebidas pelo Disque 100. É importante que as pessoas continuem denunciando”, afirmou Rosário, destacando que o Disque 100 é um canal gratuito, que pode ser acionado de qualquer telefone, inclusive de celular.

Presente na solenidade, a Secretária Nacional de Promoção dos Direitos Humanos da SDH, Nadine Borges, disse que a luta pelos direitos da pessoa idosa deve ser uma cultura nacional que ultrapasse gerações. “Esperamos que essa conferência seja um marco para a garantia dos direitos da pessoa idosa. A nossa meta é fazer com que os Direitos Humanos alcancem a todos, em todo o território nacional e em todas as etapas da vida”, enfatizou.

Conferência

A III Conferência Nacional dos Direitos da Pessoa Idosa foi convocada por meio de decreto da presidenta Dilma Roussef, do dia 01 de julho de 2011, com o tema “O Compromisso de Todos por um Envelhecimento Digno no Brasil”. A conferência será presidida pela ministra Maria do Rosário. A Conferência tem como objetivo debater temas relevantes para o campo do envelhecimento, assim como os avanços e desafios da Política Nacional do Idoso.

*Fonte: Assessoria de Comunicação Social da SDH, 25/08/2011. Acesse Aqui, em 25/08/2011

Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 3446 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento