Homenagem ao “Dia do Cuidador Voluntário”

Tempo de Leitura: 3 minutos

A comemoração do dia do Cuidador Voluntário tem como finalidade valorizar o trabalho de toda natureza, executado e desenvolvido por pessoas ou entidades que desempenham atividades que beneficiam a população dependente e que requerem cuidados especiais.

Alessandra Anselmi / texto e fotos 

 

homenagem-ao-dia-do-cuidador-voluntarioEmbora tenha sido comemorado no dia 25, oficialmente, o dia do Cuidador Voluntário é 26 de agosto, data que marca o nascimento de Madre Teresa de Calcutá, o exemplo de Cuidadora, reconhecido mundialmente.

Às 9 horas foi oferecido um café da manhã aos cuidadores, seus familiares e convidados. Em seguida, na solenidade de abertura, o vereador Ushitaro Kamia falou sobre a importância do cuidador para o futuro da sociedade como um todo: “é fundamental enriquecer o trabalho do cuidador voluntário com informações técnicas e trocas de experiências, e é isso que está sendo feito, o debate sobre o trabalho do cuidador de idosos começa a ganhar feição num movimento de constante ascensão, tal é o interesse que o assunto desperta e como é possível notar através até da grande procura por esse profissional, decorrência do crescimento do número de idosos no país”.

homenagem-ao-dia-do-cuidador-voluntarioO presidente da Assistência Social Dom José Gaspar, Reimei Yoshioka também aproveitou para enfatizar: “a instituição dessa lei é para conscientizar cada um de nós de que é preciso colaborar para que tenhamos uma sociedade melhor, passar a olhar com mais carinho para os idosos, e entender que para isso é preciso conscientizar que a multiplicação da atividade de cuidadores é essencial. É isso que temos como missão na Assistência Social Dom José Gaspar”.

Após a solenidade de abertura, houve a cerimônia de entrega dos certificados aos homenageados e em seguida teve início o fórum de palestras, com Clara Nakagawa, Psicóloga com Especialização em Gerontologia, Vice-Presidente da Associação Brasil Parkinson, Coordenadora do Grupo de Apoio ao Cuidador da ABRAZ, Docente do CEPPS-Centro de Estudos e Pesquisas em Psicologia e Saúde e Curso para Cuidador de Idosos da Assistência Social Dom José Gaspar, Dirigente Habilitada de Dança Sênior, discorrendo sobre “Mudanças e Aceitação –aspectos psicológicos do envelhecimento”.

homenagem-ao-dia-do-cuidador-voluntarioGlenda Dias dos Santos, Bacharel em Gerontologia e Mestranda pela Faculdade de Medicina da USP e Gestora do Centro de Estimulação do idoso do Instituto de Psiquiatria do HC, atua em atendimentos domiciliares a idosos com demência e a seus familiares -, falou sobre “Centro de Estimulação para idosos: um programa para idosos e cuidadores”

E, por fim, a última palestrante do dia, Marília Berzins, Assistente Social, Mestre em Gerontologia, Especialista em Gerontologia, Doutora em Saúde Pública e Coordenadora do Curso de Formação de Cuidadores de idosos do OLHE – Observatório da Longevidade Humana e Envelhecimento, encerrou o evento falando sobre “A Ética do Cuidado com a Pessoa Idosa”. Para Marília, a concepção da ética do cuidado é “fazer da própria vida uma obra de arte, para ser útil para o outro que muitas vezes não tem nada. Temos que fazer com que a sociedade reconheça que é preciso ser uma sociedade boa para todos os seres, e o OLHE – através do Programa Cuidar é Viver, um programa de formação e apoio ao cuidador de idosos que conta com o apoio da Support/ Danone e que já tem formado inúmeros cuidadores de idosos – se preocupa com esse desafio de envelhecer com dignidade, entendendo que isso é um direito humano fundamental”.

Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 3446 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento