Fortaleza propõe Central de Atendimento ao Idoso

Tempo de Leitura: < 1 minutos

Os representantes do Ministério Público do Estado do Ceará reuniram-se recentemente (24/02/3014), com a defensora-pública geral, Andréa Coelho, e com o delegado assessor do Secretário de Segurança Pública e Defesa Social Castelo, com a finalidade de que seja criada uma Central de Atendimento ao Idoso em Fortaleza.

Ascom/MPCE | Texto e Foto

 

A reunião contou com as presenças do procurador-geral de Justiça, Ricardo Machado, dos promotores de Justiça de Defesa do Idoso Hugo Porto, Alexandre Alcântara e Magda Kate Lima, e da defensora pública do idoso Natali Pontes.

Segundo afirmou o promotor de Justiça Alexandre Alcântara, esta reunião foi o primeiro passo para a apresentação, em breve, de um projeto em fase de elaboração a ser levado às autoridades locais. “O propósito desta articulação é a criação e funcionamento de uma Central de Atendimento ao Idoso, em que haja um espaço integrado com vários órgãos de defesa do idoso”. Para ele, o projeto poderá estar pronto dentro de 15 dias.

Para compor esta central de atendimento, Alcântara mencionou representantes do Ministério Público, de uma delegacia especializada, do Creas, do Cras e, possivelmente, do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). “Também estive reunido com representantes do INSS, que também será um dos parceiros”. Alcântara explica que a necessidade de uma central de atendimento ocorreu em razão da crescente demanda. Isto ensejou na ideia de otimizar o atendimento à pessoa idosa no município de Fortaleza.

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 3790 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento