Europa Turismo Sênior em nova edição

Como na Europa 25% da população corresponde a pessoas com mais de 55 anos, o turismo sênior na região tem um grande potencial de crescimento, além de apoiar o envelhecimento ativo de sua população saudável. Daí a remodelação do programa Europa Turismo Sênior, que está em uma nova era, agora sem subsídios governamentais.

 

 

europa-turismo-senior-em-nova-edicaoMuitas pessoas gostam de viajar e querem continuar viajando após se aposentarem. Para isso, tanto as operadoras quanto os locais de destino devem oferecer serviços adaptados às suas necessidades, que podem ser muito diferentes, uma vez que normalmente integram esses grupos turísticos pessoas de 55 anos até pessoas com mais de 80 anos.

Estudo recente realizado por um projeto europeu (Tourage) que visa promover a economia das regiões através do turismo e apoiar o envelhecimento ativo da população saudável, aponta que entre mais de 1.700 entrevistados, a idade média dos que costumam viajar é de 68,3 anos. O estudo indica ainda que 38,5% tem entre 70 e 84 anos e que 1,9% corresponde a pessoas de 85 anos para cima. Do total de entrevistados, a maioria, 69%, são mulheres. Tais dados, por si só, deveriam orientar os serviços necessários para atender uma demanda tão diversificada.

Por isso a remodelação do programa Europa Turismo Sênior, que está em uma nova era, agora sem subsídios governamentais. As cinco operadoras que participam desta iniciativa estão responsáveis pela comercialização do produto que começou com 30 destinos aprovados pelo Segittur. Estão finalizando os pacotes turísticos que estarão em agências de viagens em 17 países, a fim de que os primeiros turistas cheguem ainda em novembro.

“É um nicho que temos que operar”, disse a secretária de Estado do Turismo, Isabel Borrego, na cerimônia de encerramento da apresentação da nova edição do programa de férias na Europa para idosos. Segundo ela, o governo está ciente das oportunidades que o turismo para idosos na Europa representa para o setor do turismo espanhol.

Nessa ocasião, o governo espanhol anunciou que deixa de subsidiar o pacote turístico, optando por um modelo de parceria público-privada e público-pública, onde o governo trabalha em coordenação com os gestores dos destinos e da indústria. Ela explicou que a promoção e a comercialização é feita através da marca Europa Turismo Sênior, que já tem uma extensa turnê e reconhecimento nesses mercados. Algo parecido se deveria fazer por aqui para que o Programa Viaja mais conseguisse decolar de fato.

De acordo com Isabel Borrego, esta iniciativa é apoiada por atividades promocionais realizadas a partir de Segittur, a empresa pública responsável pela gestão do programa, em colaboração com os operadores e destinos, com o apoio da rede espanhola de escritórios Turismo (OTS) no exterior.

Europa Sênior Turismo anuncia novos destinos, uma vez que são justamente estes a chave desta temporada. Entre eles está o acordo entre a Região de Murcia e a operadora dos aposentados austríacos com mais de 50 anos e que contam com 387 mil membros. O acordo permitirá a chegada de cerca de 20 mil turistas da Áustria no início de 2015 e 2016.

O Programa parte do princípio de que a idade não é obstáculo para se viajar, inclusive para as pessoas com mais de 80 anos, mas que é preciso pensar em serviços que atendam suas necessidades e interesses. Dentro de um mesmo grupo pode ter diferenças de mais de 30 anos, e por isso é necessário ter propostas de lazer distintas. Normalmente, os turistas mais idosos demandam destinos seguros, com serviços de qualidade e conexões de transporte direto.

Fonte: Hosteltur, do Blog Turismo Adaptado – Acesse Aqui. Foto: Turistas da Polônia que participaram de uma edição anterior do Turismo Sénior Europa.

Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 2599 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento