Eu, acompanhante…

Fico, muitas vezes, questionando o universo de “vidas” que temos ao nosso redor.

Tristezas, alegrias, grandes feitos, lutas, frustrações… lições gratuitas que nos são
 oferecidas todos os dias.

Ana Teresa Moreira *

 

Quais as “mensagens” que se escondem em um ursinho Ted (tão acarinhado), um 
cãozinho Bob (que parece ter fugido a questão de segundos), nos olhares distantes (às
 vezes tristes outras serenos) ou naquele sorriso iluminado que parece vir dos olhos… da
alma?

Seríamos pós-graduados em “vida” se controlássemos nossa impaciência e 
aprendêssemos a ouvir, quantas vezes fossem necessárias.

Nas histórias repetidas centenas de vezes, se apurarmos nossa percepção, existem
 mínimos detalhes que se modificam ou são acrescidos e que fazem toda a diferença.

É
 como um quebra-cabeça em que as peças nos são fornecidas aos poucos.

Um teste de 
resistência, o amor posto a prova.

Muitas vezes, mais que medicamentos ou cuidados de higiene, o idoso precisa de
 alguém que o escute… não discuta… escute… não critique… escute… apenas escute.

Difícil?

Acho que sim.

É que nesta nossa “adolescência de vida” (se comparados a eles),
 não nos damos conta que aos 90, também já não teremos a agilidade e a memória dos 
20, 30, 40 anos…

Haverá alguém para nos escutar?

Espero que sim.

Realmente espero.

*Ana Teresa Moreira, acompanhante de idoso – anateresam@gmail.com

Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 2480 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento