Estudo compara idosos ex-cuidadores, cuidadores atuais e os que nunca cuidaram

Tempo de Leitura: 2 minutos

No geral, os resultados da pesquisa sugerem que ser cuidador já mais velho pode ter um impacto negativo na saúde e no bem-estar dos idosos cuidadores.


Embora o cuidado informal (normalmente não remunerado e oferecido por familiares, amigos e voluntários) possa ser emocional e fisicamente desafiador, também pode ser gratificante e proporcionar benefícios. Um estudo recente realizado nos estados Unidos investigou as diferenças entre a saúde e o bem-estar de idosos ex-cuidadores de idosos, idosos cuidadores atuais, e idosos que nunca tiveram essa experiência.

Os pesquisadores Jacqueline B. LaManna, Lynn Unruh Latarsha Chisholm, Paslene Pericles e Hoda Fotovvat realizaram a pesquisa com pessoas com 65 anos ou mais que foram recrutadas em um clube de aprendizagem contínua afiliado à universidade, organizações de apoio a cuidadores de igrejas e da comunidade e por meio de contatos dos entrevistados.

Um total de 186 indivíduos participou da pesquisa, 41 preenchendo-a em papel e 145 de forma online. Os participantes foram questionados sobre o status de cuidador, problemas de saúde, depressão, satisfação com a saúde e bem-estar. O bem-estar incluía a capacidade de realizar atividades diárias (como preparação de refeições e descanso) para si. Dos entrevistados da pesquisa, 60 nunca haviam sido cuidadores, 29 eram ex-cuidadores e 56 eram cuidadores informais.

No geral, os resultados da pesquisa apoiada pelo Instituto de Aprendizagem para Idosos Richard Tucker, da University of Central Florida Prêmio Richard Tucker de Pesquisa Aplicada em Gerontologia, sugerem que ser cuidador já mais velho pode ter um impacto negativo na saúde e no bem-estar. Depois de contabilizar as características individuais, os resultados do estudo mostraram que indivíduos que nunca foram cuidadores eram mais propensos a estar satisfeitos com sua saúde do que os cuidadores atuais.

Foto de Jimmy Chan/Pexels

Essa descoberta era esperada, pois esses indivíduos têm mais tempo para cuidar de sua saúde e não têm responsabilidades de cuidado de outro potencialmente estressantes. Além disso, indivíduos que foram ex-cuidadores relataram melhor bem-estar do que os atuais cuidadores. No entanto, não houve diferenças significativas na depressão entre os grupos.

Embora sejam necessárias mais pesquisas para confirmar esses resultados, os obtifos até o momento apontam para a importância de apoiar os cuidadores de idosos. Os autores do estudo disseram que o status de cuidador pode ser rotineiramente identificado nos serviços de saúde. O fornecimento de recursos para cuidadores de idosos, como grupos de apoio e cuidados de repouso, pode ajudar a compensar os possíveis impactos negativos na saúde e no bem-estar.

Referências
LaManna JB, Unruh L, Chisholm L, Pericles P, Fotovvat H. Perceptions of health and well-being among older adult caregivers: Comparisons of current caregivers with former and never caregivers. Geriatric Nursing, (2020); Feb 8.

Foto destaque de tiago latas da Pexels


Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 3360 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento