Ervilhas, das leis de Mendel à saborosas sopas

Tempo de Leitura: 6 minutos

A ervilha, além de uma das melhores fontes proteicas por conter quase o dobro de proteínas da maioria dos vegetais, é versátil para cozidos, saladas, papinhas para bebês e sopas, ótimas para pessoas idosas.


Para fazer jus ao nome do nosso blog Sabor & Saber que inauguramos no Portal do Envelhecimento, nada melhor do que começar com um creme de ervilhas com vegetais. Por que optei pelas ervilhas? Além de suas propriedades nutricionais e saudabilidade, as ervilhas são muito famosas no contexto biológico. Quem se lembra das experiências de Mendel?

Gregor Mendel, nascido em julho de 1822, na Áustria, foi um pesquisador eclético ao longo de sua vida. Atuou como biólogo, botânico, meteorologista e até mesmo como monge católico. Suas principais descobertas foram nas áreas da genética e da biologia vegetal. Como tantos outros, só foi reconhecido muitos anos após sua morte pelas suas descobertas das leis da herança biológica. As ervilhas serviram a Gregor Mendel para descobertas das leis da herança biológica, hoje conhecida como leis de Mendel.

Mendel realizou seus experimentos-chave utilizando a ervilha de jardim, Pisum sativum, como um sistema modelo. Plantas de ervilhas compõem um sistema conveniente para estudos de herança, fez as descobertas que encantaram os famosos cientistas de seu tempo (como Charles Darwin, que realizava experimentos) e ainda são estudadas por alguns geneticistas atualmente.

Interessante saber que no Brasil, a Embrapa desenvolveu a ervilha Axé, um derivativo da ervilha verde, especialmente para a agroindústria, grãos verdes enlatados e grãos congelados, apresentando maior produtividade em relação às existentes atualmente no mercado.

Com estudos, adaptação e desenvolvimento de tecnologia de produção de ervilha, o Brasil reduziu sua importação em 70% nos últimos 20 anos. Desta forma temos no mercado ervilhas específicas para o congelamento, produto esse 50% mais proveitoso que a ervilha verde importada. Sua produção veio suprir a demanda pelo produto para consumo in natura ou congelado.

Leis de Mendel

Quem tiver interesse em conhecer mais sobre as leis de Mendel e sobre a hereditariedade, sugerimos ler a lei da segregação, que descreve como as características individuais são herdadas, assim como a lei da seleção independente, a qual narra como duas ou mais características são herdadas em relação à outra.

Sobre a ervilha

A ervilha é uma leguminosa de origem europeia, tendo sido bastante difundida, também, em algumas regiões da Ásia. Existem mais de duzentas variedades de grãos. Na nutrição é altamente recomendada pelos benefícios ricos em vitaminas K1, C, B1, A, B6. São de fácil digestão e podem ser conservadas, congeladas, enlatadas, secas, liofilizadas etc.  

Os benefícios e propriedades da ervilha são imensos. Muitas pessoas associam a proteína apenas às fontes animais, e se esquece que existe uma gama de vegetais cheios dessa propriedade, e de muitas vantagens nutricionais. A ervilha é uma das melhores fontes proteicas por conter quase o dobro de proteínas da maioria dos vegetais.

Quem tinha alguma dúvida dessa escolha para preparar algum prato e conhecer um pouco desse alimento rico em fibras, vitaminas (A, B, C, E e K) ainda zinco, magnésio, ferro, potássio, cálcio entre outras, tem nossa recomendação.

Ficamos surpresos com os benefícios da ervilha para diversas doenças do coração, diabetes, problemas de visão, para fortalecer os ossos, os músculos, cérebro, auxiliam na prevenção dos efeitos do envelhecimento precoce, inclusive excelente para fortalecer o sistema imunológico, pelos seus antioxidantes e vitaminas.

Na Tabela Nutricional, por porção de 100 g / ml, o “Ervilhas, cozidas” da categoria “Vegetais” tem um total de 84,0 calorias e os seguintes valores nutricionais: 5,4 g de proteína, 15,6 g de carboidratos e 0,2 g de gordura.

Na cozinha

Na culinária, a ervilha é extremamente versátil para cozidos, ainda sendo consumida como ingrediente de saladas ou como recheio de panquecas, omeletes, tortas, empadinhas, sopas, papinhas para bebês e para pessoas idosas.

Como o inverno já está aí, o frio certamente dará seu ar da graça com termômetros mais baixos, um ótimo cenário para preparar belas e saborosas sopas que, independente do sabor, se quente ou fria (no verão), sejam simples de serem preparadas e ajudem a melhorar nossa imunidade, principalmente se são 100% naturais. Ou seja, que costumamos denominar de alimentos de verdade.

Muitas comidas nos trazem boas lembranças, um conforto emocional, sensação de prazer, com realce ainda maior em situações de fragilidade como estamos vivendo com a pandemia que nos distancia socialmente e com muitas incertezas ante nosso futuro. 

Confort Food é uma das boas lembranças de carinho e que nos dá uma sensação de plenitude especial assim que comemos. Por isso, uma sopa de ervilha com vegetais é a nossa sugestão.

Sopa (creme) de ervilhas secas com vegetais

sopa de ervilhas

Ingredientes
1 colher de sopa de óleo
3 dentes de alho amassado
1 cebola picada
2 tomates sem semente picado
250 g de ervilha seca
Sal (1 colher de café) e noz moscada ralada na hora (a gosto)
1 amarrado de ervas (salsinha, cebolinha, louro, manjericão)
2 litros de água ou caldo caseiro
4 batatas Baroa – (mandioquinha) em cubos ou batatas simples
1 cenoura em cubos

Acompanhamento: Pão Quentinho:  italiano, ciabatta, pãozinho francês, torradas ou croutons

Modo de preparo

  1. Numa tigela coloque as ervilhas e cubra com o triplo de água. Deixe de molho por cerca de 4 horas. Reserve.
  2. Em uma panela grande ou de pressão, aqueça o azeite em fogo médio. 
  3. Coloque o alho e a cebola e refogue bem.
  4. Junte o tomate e continue mexendo por mais 2 minutos.
  5. Escorra as ervilhas, adicione à panela e refogue por 1 minuto. Acrescente o caldo, a cenoura, mandioquinha, o amarrado de ervas, misture bem e, quando começar a ferver, baixe o fogo.
  6. Coloque o sal e a noz moscada. Deixe cozinhar por 15 minutos, com a panela tampada. Mexa de vez em quando até que a ervilha esteja macia. Desligue o fogo. 
  7. Quando o caldo esfriar um pouco, bata com mixer ou transfira para o liquidificador e bata até obter um creme liso. Atenção: segure firme a tampa do liquidificador com um pano de prato para evitar que o vapor do caldo abra a tampa. 
  8. Sirva bem quente.
  9. Porcione em quantidade que será utilizada, identifique com nome e data e congele por até 3 meses.

Poderá também servir acompanhada:

  • com escarola ou espinafre refogado no alho
  • como cobertura, de carne de panela e molho
  • com linguiça frita
  • com ovo cozido e azeite de oliva

Sopa de ervilha seca com legumes e macarrão

Nesta opção você segue os mesmos ingredientes e modo de preparo da receita anterior de ervilha seca, porém, não bata com mixer (em pedaços). Se gostar, depois de tudo cozido junte macarrão para sopa e se necessário mais água quente.  Outras opções são de servir com legumes sem bater e ovos cozidos ou ainda com linguiça calabresa frita e os demais acompanhamentos misturados a ela já citados nesta receita.

Bom aquecimento com boas lembranças olfativas! 

Referências
CANNIATTI-BRAZACA, Solange Guidolin. Valor nutricional de produtos de ervilha em comparação com a ervilha fresca. Revista Ciênc. Tecnol. Aliment., Campinas, 26(4): 766-771, out.-dez. 2006.
COSTA, Michele. Lançada a ervilha Axé. EMBRAPA. Disponível em: https://www.embrapa.br/busca-de-noticias/-/noticia/17918794/lancada-a-ervilha-verde-axe


Narrar é longeviver

Ana Maria Ruiz Tomazoni

Ana Maria Ruiz Tomazoni

Ana Maria Ruiz Tomazoni - Doutora em Educação (PUC-SP), Mestre em Gerontologia Social (PUC-SP) e Pós-Graduada em Hotelaria e Eventos pelo Senac SP. É fundadora e Diretora Pedagógica da Escola de Gastronomia Sabor & Saber. Atua como docente, educadora alimentar, pesquisadora, escritora e palestrante. É avó de 7 netos e uma eterna aprendiz. E-mail: amrtomazoni@gmail.com. Site: www.saboresabergastronomia.com.br. Facebook Sabor & Saber Gastronomia. Instagram: saboresabergastronomia

anatomazoni escreveu 2 postsVeja todos os posts de anatomazoni