Epifanias será tema do primeiro NEPE/PUCSP de 2019

O NEPE de março falará sobre a Coleção de Epifanias de Cláudio Guimarães dos Santos em seu processo de Longeviver. Será no dia 27/03, das 14h às 17 horas, com entrada franca, na PUC, campos Perdizes.

 

Mito, Poesia e Vida na Coleção de Epifanias de Cláudio Guimarães dos Santos em seu processo de Longeviver será tema de mesa redonda promovida pelo Núcleo de Estudo e Pesquisa do Envelhecimento (NEPE) e Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde, da PUC-SP, no próximo dia 27/03, das 14h às 17 horas, com entrada franca.

Seria a Poesia uma epifania? Pergunta Leandro Garcia Rodrigues no texto intitulado “De razões mais epifânicas…”, no qual discorre sobre a Coleção de Epifanias de Cláudio Guimarães dos Santos. E ele mesmo responde:

Creio que sim, como creio que o verso ‘O texto que jamais será escrito’ é revelador, numa ordem inversa, do que ‘será escrito’, pois Poesia também pode ser o texto que deixa de ser escrito/grafado, mas que é dito em outras linguagens, em outras sensibilidades, como no verso ‘A dor da minha finitude’, o qual proclama esta real dor que nos persegue – que terminaremos – que teremos o nosso fim seguro e garantido, inexoravelmente, já que ‘O deus que desistiu da eternidade’”.

Rodrigues vê nesta Coleção de Epifanias, “um desejo um tanto desesperado de unir as pontas paradoxais da vida e da existência: o começo e o fim, o alfa e o ômega”.

Mas o que o próprio Cláudio Guimarães dos Santos tem a dizer sobre suas Epifanias?

No evento do NEPE, o poeta Cláudio Guimarães dos Santos — que também é médico, artista plástico, cineasta, professor e diplomata — falará da sua trajetória existencial, transdisciplinar, durante a qual foi capaz de reinventar-se mais de uma vez. Ele apresentará, ao público paulista, sua coletânea de poemas Coleção de Epifanias/Colección de Epifanías, publicada em Madri, em 2017, em edição bilíngue português/espanhol, obra elogiada pela crítica portuguesa e espanhola.

Também intervirá no evento o crítico e professor de teoria literária Leandro Garcia Rodrigues, da Universidade Federal de Minas Gerais, diretor do Acervo dos Escritores Mineiros da mesma instituição, que publicou, no final do ano passado, um artigo acadêmico sobre a obra de Cláudio Guimarães dos Santos.

Outro orador presente será o Embaixador Renato Prado Guimarães, cronista e diplomata de larga experiência, que foi Embaixador do Brasil na Venezuela, no Uruguai e na Austrália, bem como Cônsul-Geral em Frankfurt e em Tóquio. Coordenando a sessão e fazendo a ponte com as questões relacionadas ao envelhecimento, especialmente àquele que se dá de maneira saudável e criativa, falarão as professoras Márcia Almeida Batista, diretora da Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde e Ruth Gelehrter da Costa Lopes, docente do curso de Psicologia, ambas da PUC-SP.

Serviço
Inscrições gratuitas: nepe@portaldoenvelhecimento.com.br
Referências
Rodrigues, Leandro Garcia. De razões mais epifânicas… Teoliterária V. 8 – N. 16 – 2018. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/teoliteraria/article/view/40144/27450. Acesso em 15 fev 2019.

 

 

 

Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 2532 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento