Envelhecimento e contingências de vida

Tempo de Leitura: 3 minutos

O envelhecimento da população é um fenômeno mundial e pode decorrer de variáveis de caráter pessoal, social, biológico, econômico e educacional. Não é de estranhar que pesquisadores de diferentes áreas se ocupem com as múltiplas questões dele decorrentes.

 

 

envelhecimento-e-contingencias-de-vidaO foco do livro Envelhecimento e contingências de vida, organizado por Carla Witter e Marcelo de Almeida Buriti e publicado pela editora Alínea e Átomo, é a preocupação com a resolução dos problemas multifacetados que envolvem o envelhecimento.

A obra é resultado de discussões, preocupações e estudos do grupo de pesquisa Psicologia do Idoso, no qual os autores desenvolvem suas atividades de investigação científica desde 2003, com a proposta de redigir textos teóricos que pudessem embasar os estudos de alunos de graduação e pós-graduação e inspirar projetos de pesquisas nos vários temas apresentados. Cada um dos escritos tem autoria definida e responsabilidade específica. Embora guardem independência temática e de autoria, os textos são frutos de um partilhar de vivências e conhecimentos.

O livro é composto por oito capítulos, entre eles, Criatividade na velhice, o qual descreve a variedade de conceitos e definições de criatividade na área de psicologia e a complexidade subjacente ao tema, focando a sua importância na velhice e trazendo exemplos de personalidades idosas cuja produção intelectual ou artística iniciou com o envelhecimento, quando revelaram a sua capacidade criativa.

O capítulo Vida afetiva e amorosa do adulto idoso, reflete sobre os aspectos afetivos e emocionais existentes na relação amorosa e na sexualidade de uma perspectiva do bem-estar, da saúde, da plenitude e da qualidade de vida. O terceiro capítulo, O idoso como tutor na formação de leitores, fala sobre a importância da leitura na qualidade de vida na velhice, relatando diversas vivências nas quais os idosos utilizam as suas habilidades e competência em leitura como tutores de programas destinados à formação e ao desenvolvimento de possíveis leitores e escritores.

No quarto capítulo, Família e envelhecimento, são apresentados o conceito, tipologia, papéis e funções da família no que se refere ao idoso e ao envelhecimento, destacando a importância da família como suporte social nesse processo, os aspectos positivos e negativos existentes na interação entre a família e os idosos, e ainda relatando questões pertinentes às relações intergeracionais estabelecidas nos contextos familiares.

O quinto capítulo, Cuidador de idoso, disserta sobre o conceito, a tipologia e a formação do cuidador, apresentando também a tipologia do idoso atendido e as perspectivas atuais para a área. No sexto capítulo, Depressão em idosos, é feita uma contextualização da depressão no mundo e no Brasil e, posteriormente, apresentado o modo pelo qual esse problema ocorre em idosos e quais são os possíveis fatores de proteção que podem e devem ser desenvolvidos para evitar e/ou diminuir a incidência de idosos com depressão.

O sétimo capítulo, Exercício e atividade física para o idoso, apresenta a importância dessa prática para a prevenção, manutenção e reabilitação das capacidades biológicas e, consequentemente, das atividades da vida diária, com o objetivo de propiciar qualidade de vida ao idosos.

Finalmente, o último capítulo, Recreação e lazer como forma de interação social do idoso, descreve e analisa várias definições de idoso, lazer e recreação existentes na literatura científica, salientando as características e importância do lazer e da recreação nessa fase do desenvolvimento, não apenas do ponto de vista da interação social do idoso, mas também, dos aspectos psicológicos e econômicos inerentes a essas atividades.

Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 3692 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento