Difundir conhecimentos para garantir direitos

Tempo de Leitura: 4 minutos

O conhecimento é fundamental para empoderar as organizações sociais, os atores da rede de atendimento à pessoa idosa e a própria população 60+ sobre seus direitos. Parte dos esforços devem ser dedicados a levar conhecimentos de forma adequada, afinal “conhecimento é poder”.

CeMAIS (*)


O filósofo Raimundo Soares costuma dizer que “a maioria das pessoas é boa e diariamente dá o melhor de si, com o conteúdo e repertório que possui”. Assim, ele explica que para alcançar as transformações sociais que buscamos, muitas vezes, precisamos difundir conhecimentos de forma a incrementar o conteúdo e repertório da população. Este é o propósito do Centro Mineiro de Alianças Intersetoriais (CeMAIS) que, diante do cenário de amadurecimento populacional brasileiro, desde 2015, desenvolve projetos que promovem o fortalecimento das organizações sociais e das alianças intersetoriais em prol da melhor qualidade de vida da pessoa idosa.

Em 2019, a instituição apresentou para o Fundo Municipal do Idoso de Belo Horizonte (FUMID-BH) o projeto Caleidoscópio 60+ Nossos Direitos com o seguinte objetivo: “atuar na potencialização da política municipal da pessoa idosa por meio da produção de conhecimento e sua difusão sobre a política pública, sobre a população idosa, dos serviços, bem como na articulação dos atores da rede da sociedade civil na defesa dos direitos e da rede de proteção da pessoa idosa”.

Uma vez aprovado e autorizado a captar recursos pelo Fundo do Idoso, o CeMAIS inscreveu o projeto no edital Itaú Viver Mais e foi uma das organizações sociais selecionadas. Além do Itaú, o projeto conta com a destinação de impostos das empresas: Cemig, Vale, BB Consórcios, VLI, Pottencial Seguradora e Gerdau.

No entanto, poucos meses após o início do projeto, veio a pandemia de Covid-19 e, com isso, todas as ações planejadas para serem realizadas presencialmente precisaram ser redesenhadas e aprovadas.

Desde o primeiro semestre de 2020, é realizado mensalmente com as organizações sociais de atendimento à pessoa idosa de Belo Horizonte, o encontro Conexão Boas Práticas 60+, sempre disponibilizado na íntegra no YouTube do CeMAIS. O projeto mantém o site nossosdireitos.org.br com informações para pessoas idosas e organizações sociais sobre os direitos da população 60+.

Ainda com o objetivo de difusão de informações sobre direitos e qualidade de vida para a pessoa idosa, o projeto produziu podcasts e vídeos formativos, todos disponíveis em nosso canal do YouTube e no site nossosdireitos.org.br.

Outras ações em desenvolvimento pelo projeto são:

  • Desenvolvimento de modelo de custos para serviços de atendimento à pessoa idosa;
  • Formação para a Rede Intersetorial de Atendimento à Pessoa Idosa;
  • Websérie com instruções e orientações para conselhos da pessoa idosa e organizações de atendimento à população 60+;
  • Publicação de revista digital e impressa com boas práticas de atendimento à pessoa idosa e de material de apoio à rede de proteção dos direitos dos idosos;
  • Formação em gestão e projetos para as organizações sociais de atendimento à pessoa idosa de Belo Horizonte;
  • Seminário sobre a Política Municipal da Pessoa Idosa.

Conhecimento é poder

O encontro Conexão Boas Práticas realizado em 8 de julho de 2021 sobre o tema “Enfrentando a violência contra a pessoa idosa em rede” teve como convidada a coordenadora da Associação Nacional do Ministério Público de Defesa dos Direitos dos Idosos e Pessoa com Deficiência (AMPID), Maria Aparecida Gurgel. Segundo ela, o conhecimento é fundamental para dar poder para todos saírem da ignorância, do desconhecimento. Para o enfrentamento às violências contra a pessoa idosa, Maria Aparecida explicou que uma parte dos esforços devem ser dedicados a levar conhecimento de forma adequada, afinal “conhecimento é poder”.

O projetoCaleidoscópio 60+ Nossos Direitos compartilha dessa visão e está continuamente buscando formas de produzir conteúdos capazes de informar e empoderar as organizações sociais, os atores da rede de atendimento à pessoa idosa e a própria população 60+ sobre seus direitos.

Saiba mais sobre o Edital Itaú
Até 31 de julho o Edital Idoso 2021, do Itaú, está com inscrições abertas. O Edital vai apoiar, por meio do Fundo do Idoso, projetos que atuem com fomento à geração de renda, educação financeira, tecnologia e inclusão digital e fortalecimento de redes de proteção e políticas públicas. As organizações da sociedade civil sem fins lucrativos com projetos aprovados e com autorização para captação via Fundo do Idoso em prazo de validade poderão se inscrever, assim como fez o CeMais. O edital apresenta cinco eixos principais:
1)  Empreendedorismo e geração de renda: promoção do protagonismo e da autonomia financeira das pessoas idosas, com foco na inserção e reinserção produtiva;
2) Fortalecimento da Rede de Proteção e Garantia de Direitos da pessoa idosa: promoção da construção de conhecimento socioterritorial por meio de Diagnósticos, Formação de Conselheiros, Planejamento e Gestão da Rede e dos atores locais/organizações que trabalham com a atenção à pessoa idosa, entre outras atividades afins;
3) Educação Financeira: promoção de iniciativas que incentivem a reflexão e a adoção de boas práticas em relação ao dinheiro para apoiar na manutenção de uma boa Saúde Financeira, com temas como controle do endividamento, prevenção à violência patrimonial e gestão de reservas financeiras;
4) Tecnologia e Inclusão digital: promoção de iniciativas que integrem as pessoas idosas ao âmbito digital e ampliem sua presença e conexão com a sociedade; e
5) Pesquisa, estudos e avaliação das políticas públicas: promoção de iniciativas que tenham como foco as políticas públicas dirigidas às pessoas idosas. 
As propostas poderão ser inscritas na plataforma Longeviver até o dia 31 de julho de 2021, às 23h59.

(*) CeMAIS – Centro Mineiro de Alianças Intersetoriais. Acompanhe o trabalho do CeMAIS pelas redes:
cemais.org.br
nossosdireitos.org.br
Instagram.com/cemais.org.br
Facebook.com/CeMAISMG
YouTube.com/c/CeMAISMG
Linkedin.com/company/cemais-mg

Imagem destaque de sarcifilippo/Pixabay


Acompanhe o Itaú Viver Mais nas redes sociais:
https://www.instagram.com/itauvivermais/
https://www.facebook.com/itauvivermais

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 3791 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento