Dia mundial de conscientização da violência contra o idoso na Cidade Dutra

Tempo de Leitura: 2 minutos

No dia 14 de junho foi realizada no bairro da Cidade Dutra, zona sul de São Paulo, a III Caminhada dedicada ao Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, data instituída em 2006, pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa.

Maria Amélia G. da Silva *

 

dia-mundial-de-conscientizacao-da-violencia-contra-o-idoso-na-cidade-dutraNo Distrito Administrativo da Cidade Dutra (SP) existem 19.501 pessoas com idade acima de 60 anos o que representa 9,93% da população do bairro, segundo o CENSO IBGE 2010-MSP.

O objetivo da data é criar uma consciência mundial, social e política da existência da violência contra a pessoa idosa e, simultaneamente, disseminar a ideia de não aceitá-la como normal. A violência contra os idosos deve ser entendida como uma grave violação aos Direitos Humanos.

As agressões físicas, psicológicas, abandono e exploração financeira são as denúncias mais comuns nas delegacias especiais de atendimento ao idoso. Só no Brasil, dois milhões de idosos são vítimas de agressões todos os anos. E infelizmente a violência, geralmente, vem de quem deveria cuidar deles.

dia-mundial-de-conscientizacao-da-violencia-contra-o-idoso-na-cidade-dutraNo Brasil, por exemplo, são comuns as denúncias de negligência, maus tratos, abandono e violência, vinda muitas vezes da própria casa onde ele reside. E os abusos podem ser morais, físicos, psicológicos e até sociais. Denuncie através do Disque Direitos Humanos, o Disque 100.

O evento foi organizado pelas entidades sociais da região que trabalham com pessoas idosas, contou com a participação de aproximadamente 500 pessoas em sua maioria idosas.

dia-mundial-de-conscientizacao-da-violencia-contra-o-idoso-na-cidade-dutraTivemos também a participação da Drª Marília Berzins, do OLHE – Observatório da Longevidade Humana e Envelhecimento, que falou sobre o problema da violência sofrida pelos idosos.

Estiveram presentes ainda a Supervisora técnica do Programa Acompanhante de Idosos, Cecília Stringuini, representantes do poder público: Drª Maria Clementina, delegada do idoso de Santo Amaro, Drª Angela, da OAB e o Sr. Milton, conselheiro do Grande Conselho do Idoso. Além da presença do vereador Goulart representando a comissão do idoso na Câmara Municipal.

(*)Maria Amélia G. da Silva, supervisora do Programa Acompanhante de Idosos (PAI) Cidade Dutra. E-mail: paicidadedutra@gmail.com

Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 3722 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento