Cuidado com golpes na internet!

Tempo de Leitura: 3 minutos

Saiba como evitar ser vítima de pessoas mal intencionadas nos aplicativos de mensagem e redes sociais. Veja dicas para evitar golpes.

Bruno Ferreira, do EducaMídia 60+


A internet e os recursos digitais podem facilitar e muito a nossa vida. Hoje em dia, graças aos aplicativos e plataformas digitais, podemos realizar inúmeras atividades, que antes só eram possíveis presencialmente, a partir de um aparelho celular. Isso otimiza nosso tempo, antes gasto com deslocamentos e filas de espera. Mas para explorar essas possibilidades digitais sem dor de cabeça, é preciso tomar alguns cuidados.

Relacionamos abaixo 8 dicas para evitar golpes e ter uma experiência na internet mais segura. Confira:

1 – Proteja seus dados pessoais. Mantenha em sigilo todas as informações que são de uso pessoal e que NUNCA devem ser repassadas a ninguém, como: senha de cartões, senha de contas bancárias, códigos recebidos por mensagens de texto, além dos seus próprios cartões físicos, que não devem ser compartilhados com ninguém.

2 – Desconfie se pedirem informações pessoais. Desconfie se te pedirem por mensagem alguma senha sua ou o número do seu cartão. Em sites e aplicativos de compras, informações do nosso cartão de crédito são necessárias. Você vai ter que preencher o número do cartão, o seu nome, a data de validade e aquele código de três números que fica, geralmente, na parte de trás do cartão. Mas só isso e apenas nesses sites ou aplicativos, tendo a certeza de que são confiáveis! Nunca por telefone, redes sociais ou aplicativos de mensagens.

3 – Desconfie se te pedirem dinheiro emprestado por aplicativo de mensagem ou redes sociais. Você também deve desconfiar se um amigo ou familiar mandar mensagem pedindo dinheiro para algo urgente. O WhatsApp delas pode ter sido clonado ou os perfis delas nas redes sociais podem ter sido invadidos. E, quando isso acontece, quem clonou ou invadiu pode pedir dinheiro para os contatos da vítima. Se você ficar na dúvida se a pessoa que está pedindo dinheiro é realmente aquele seu amigo ou parente, ligue para ela ou a procure por outro aplicativo de mensagem ou rede social para confirmar. Mas atenção: entre em contato por outro aplicativo ou rede social que não seja aquela pela qual a pessoa pediu dinheiro a você.

4 – Mantenha seu antivírus atualizado. Não clique em qualquer link. Às vezes, você pode achar que se trata de uma oferta tentadora, mas se clicar, pode estar abrindo portas para vírus, que permitem a invasão do seu dispositivo por golpistas. Para isso, mantenha o seu antivírus atualizado. Normalmente você encontra este tipo de produto na loja de aplicativos do seu celular. Isso vai dificultar que seus aparelhos sejam invadidos.

5 – Tenha um e-mail apenas para sites e aplicativos de compras. Faça um e-mail novo, diferente do seu habitual, só para utilizar em sites ou aplicativos de compra. Isso evita colocar em risco uma conta usada para atividades mais cotidianas, como um e-mail profissional ou outra conta que você utiliza com frequência para se corresponder com outras pessoas.

6 – Melhore a segurança das suas senhas. Não é seguro usar a mesma senha para várias contas, pois se a senha de uma for descoberta, as demais ficam comprometidas. Mas isso não quer dizer que você precise, necessariamente, de várias senhas, todas completamente diferentes umas das outras. Basta criar pequenas variações, adicionando, por exemplo, uma letra diferente no início e no final dela, em cada conta diferente.  Por exemplo: se a sua senha for “MinhaCasa”. No Facebook será “FMinhaCasaK” (com a letra inicial e a letra final de “Facebook”). No Gmail poderá ser “GMinhaCasaL”  (com a letra inicial e a letra final de “Gmail”).

7 – Restrinja suas publicações nas redes sociais. Você pode escolher quem vai ver sua publicação. É recomendável não deixar as publicações públicas, especialmente as que revelam informações sobre sua vida privada. Restrinja seu perfil ou suas postagens aos seus amigos e aceite como seguidor apenas pessoas conhecidas. Além disso, reveja postagens antigas para avaliá-las se elas revelam aspectos importantes da sua rotina, o que também reforça a sua segurança.

8 – No WhatsApp, ative a verificação em duas etapas. Esse procedimento dificulta a invasão do aplicativo, pois pede uma senha para acessá-lo. Este vídeo demonstra como ativar essa modalidade.

Novos golpes estão sempre surgindo. Por isso, desconfiar de abordagens vantajosas, ameaçadoras ou urgentes é sempre importante. O EducaMídia 60+ nos ajuda nessa tarefa, com materiais para entender e questionar esse tipo de mensagem. Mesmo assim, se você cair em algum golpe, comunique seu banco para cancelar a transação, se for o caso. Além disso, registre o Boletim de Ocorrência e uma reclamação no site do Procon ou do Ministério da Justiça.


Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 3936 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento

WhatsApp
LinkedIn
Share
Instagram