Crônica de todos os dias

Vou à cozinha tomar uma xícara de chá como faço todos os dias. Na sala abro a janela – da casa de campo, da casa de praia ou do apto – não importa, é uma janela que abre para um sol – nu ou coberto de nuvens – que está ali todos os dias anunciando um novo dia.

Elaine Lima da Silva *

 

cronica-de-todos-os-diasE então abri os olhos como faço todos os dias.

E me remexi na cama ainda sonolenta, pensando no que tinha ou não tinha o que fazer naquele dia, como faço todos os dias.

Já sentada, coloco meus sapatos – uma pantufa, um tênis ou um chinelo – como faço todos os dias.

Passo a mão nos cabelos revoltos – pretos, ruivos ou brancos – como faço todos os dias.

Vou ao banheiro e vejo no espelho meus olhos – curiosos de criança, sensuais ou serenos – não importa, é o meu olhar e lavo meu rosto, este mesmo, como faço todos os dias.

Vou à cozinha tomar – um leite, uma xícara de café ou de chá – como faço todos os dias.

Na sala abro a janela – da casa de campo, da casa de praia ou do apto – não importa, é uma janela que abre para um sol – nu ou coberto de nuvens – que está ali todos os dias anunciando um novo dia.

Só então tiro minha roupa de dormir – um pijama, um baby-doll, uma camisola de cetim – e visto – meu uniforme, minha roupa de ginástica, meu taylleur da empresa, meu vestido florido – e saio para – a escola, o trabalho, um piquenique – como faço todos os dias.

Vejo então – meus familiares, meus amigos de infância, da faculdade, do trabalho, da rua, do clube … – não importa se todos juntos ou separados, se toda semana ou uma vez no ano, mas alguns deles eu vejo todos os dias e nos demais eu penso todos os dias.

E todos os dias fico pensando que não são todas as pessoas que tem a possibilidade de ter tantas opções em todos os dias de sua vida. E que as minhas escolhas foram e são feitas em cada dia em todos os dias da minha vida.

E, pensando assim, sorrio, com uma gargalhada apressada ou um sorriso esboçado de lado e vou dormir após – brincar no parque, chegar da faculdade, da balada, do cinema, de tomar um vinho, de fazer amor, de jantar com amigos, de fazer minhas orações.

* Elaine Lima da Silva – Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política (PPGSP) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Bacharel e licenciada pela mesma universidade no Curso de Ciências Sociais. Pesquisadora do Grupo de Pesquisa: Projetos Globais e o Estranho; Situações Locais e o Diverso do PPGSP. Professora voluntária de Antropologia no Curso de Formação de Monitores da Ação Gerontológica do Núcleo de Estudos da Terceira Idade (NETI) da Pró Reitoria de Extensão da UFSC. Áreas de atuação: sociologia, políticas públicas, antropologia, educação, envelhecimento. Email: elainehumanas@gmail.com

Currículo Lattes: Disponível Aqui 

Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 2407 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento