Constipação intestinal

Tempo de Leitura: 2 minutos

Não há um conceito exato para a constipação intestinal. Pode ser a presença de menos que três evacuações por semana, sensação de evacuação incompleta, ou esforço para evacuar. Pode atingir qualquer faixa etária, principalmente se considerarmos o estilo de vida moderno, sendo também bastante presente no idoso.

João Batista Alves de Oliveira *


Pode ser um quadro passageiro, porém normalmente apresenta-se cronicamente.

As repercussões variam em cada pessoa: há aqueles que não apresentam sintomas, aqueles que têm dores abdominais, excesso de gases, hemorróidas…

Variadas podem ser as causas para a constipação intestinal, como:

  • dieta com pouca fibra
  • não ingestão de boa qualidade de líquidos durante o dia
  • vida sedentária
  • imobilidade
  • doenças como hipotireoidismo, acidente vascular encefálico, lesões medulares…
  • problemas emocionais
  • o hábito de ignorar a vontade de evacuar assim que ela aparece.

Um grande problema, que piora muito o quadro de constipação intestinal é o uso de purgativos, tão difundido entre as pessoas, o que pode levar a dores e cólicas após a tomada, e cronicamente leva a processos inflamatórios do intestino grosso.

No idoso é comum ocorrer a constipação intestinal devido à associação de menor atividade física ou mesmo imobilidade, somado ao uso de vários medicamentos, comumente consumidos nesta faixa etária (anti-hipertensivos, hipoglicemiantes orais, antidepressivos…)

Ainda que a constipação intestinal possa ser uma alteração branda, há casos em que ocorre devido a uma causa grave, como os tumores de intestino grosso à esquerda. Por isso a necessidade da avaliação médica.

Para o tratamento, o ideal é se iniciar pela correção ou atenuação dos fatores predisponentes. Depois utilizar medidas naturais, deixando o uso de medicamentos para os casos rebeldes ou associados a uma causa não possível de remoção, sempre sob prescrição e controle médico.

Medidas saudáveis:

  • não recuse a vontade de defecar assim que esta aparecer
  • aumente a ingestão de líquidos durante o dia, porém não junto com as refeições
  • tenha uma alimentação rica em fibras
  • frutas, quando possível, com casca e bagaço
  • frutas, verduras e legumes, preferencialmente crus

Para uso matinal, recomenda-se:

01 copo de iogurte

06 ameixas pretas deixadas de molho em água

01 colher sopa de aveia (no mercado há com sabores – maçã e canela é uma delícia)

01 fatia de mamão

Hábitos saudáveis propiciam bem-estar. A manutenção de hábitos saudáveis favorecerá o bom funcionamento intestinal, revertendo a constipação intestinal e melhorando os sintomas que dela advém.

*João Batista Alves de Oliveira – Médico. Mestrando em Gerontologia PUC-SP

Opine você também sobre este artigo
Bruno comenta:
Bem interessante o controle por hábitos saudáveis. Ótima a dica para uso no desjejum.
Dr. João Batista Alves de Oliveira
Bruno, realmente a quase totalidade dos casos pode ser resolvido com hábitos saudáveis. A dica é realmente boa. Recomendo provar. Um Abraço.
Marco comenta:
Minha mãe sempre usa muito laxante. Bom saber que faz mal e já vou passar as dicas da mudanças de hábitos para ela. Gostei do artigo.
Dr. João Batista Alves de Oliveira
Marco, que bom que tenha gostado do artigo e que as informações tenham sido esclarecedoras e úteis. Sinal de que a coluna vem cumprindo sua finalidade. Espero que a divulgue. Um Abraço.

Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 3360 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento