Competências dos professores do futuro​

Entre as competências necessárias para que os professores possam desempenhar seu papel na formação dos profissionais do futuro, está o conhecimento, a habilidade e a atitude.

 

Desenvolvemos um curso de planejamento de carreira, exclusivo para uma Universidade especializada em formar educadores.

O curso tem como objetivo identificar e treinar os educadores para habilitar e desenvolver os alunos às novas solicitações do mercado e as mudanças continuadas que estamos vivenciando.

Dirigimos o foco do curso para pesquisarmos e discutirmos quais as competências que os professores precisam desenvolver, para que os alunos estejam preparados e treinados à enfrentar os ambientes de constantes mudanças, e, também, como conviver com as evoluções e desafios trazidos pelo avanço rápido das tecnologias.

Como ponto base, percebemos que o mercado exige uma autonomia cada vez maior, dos profissionais, exigindo uma visão mais abrangente e holística das suas atividades totalmente alinhadas com os negócios das instituições.

Dentre as evoluções das ferramentas de ensino, principalmente nas metodologias educacionais, que buscam integrar alunos ao mercado de trabalho, a “metodologia ativa” tem um maior destaque, pois incentiva os alunos a buscarem os conhecimentos, desenvolver as habilidades necessárias e mostrar quais as atitudes pró ativas que direcionam aos resultados esperados pelas instituições.

Entre as competências que estamos desenhando e entendendo como necessárias para que os professores possam desempenhar seu papel na formação dos profissionais do futuro, destacamos:

a) Conhecimento: Ter seu plano de evolução profissional bem definido para direcionar seus recursos (tempo e dinheiro) aos seus objetivos de evolução profissional; Metodologias ativas; Didáticas especializadas e direcionadas para públicos específicos;

b) Habilidades: Preparar-se para utilizar exercícios utilizando a técnica das metodologias ativas; Organização para colocar em prática as metodologias e as didáticas especificas; Tolerante com a diversidade abrindo espaços para que os alunos tenham possibilidade de colocarem seus pontos de vista, podendo discutir e avaliar sua forma de pensar, dentro dos padrões estabelecidos; Planejamento e direcionamento das atividades para que os objetivos do aprendizado sejam atingidos de uma forma efetiva;

c) Atitudes: Comprometimento com os objetivos de ensino e os objetivos dos alunos; Implementar os exercícios utilizando as metodologias ativas, incentivando que os alunos busquem o conhecimento sobre os assuntos, com a orientação dos professores; Respeito; Escuta ativa; Disponibilidade e curiosidade para as novidades trazidas pela tecnologia (inovador); Entusiasta; Socializado; Geek; Equilíbrio emocional; Flexibilidade; Aprofundar o conhecimento individual dos integrantes das salas de aula;

Fazer a leitura do ambiente e das constantes mudanças que convivemos no dia-a-dia incentivarão os professores a contribuírem na preparação e formação dos profissionais do futuro.

Professores contamos com vocês!

José Floro Sinatura Barros

José Floro Sinatura Barros

Mestre pela Faculdade de Medicina da USP com o tema “Indicadores da qualidade de vida relacionados com o envelhecimento da força de trabalho”: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5160/tde-06062017-084959/pt-br.php; Formação em Constelação Sistêmica; Especialização em Consultoria de Carreira; Certificação Internacional de Coaching pelo ICI. Pesquisador convidado do CPET (Centro de Pesquisas sobre Envelhecimento no Trabalho); Membro dos grupos PROCAR/GEOCAR de estudos sobre desenvolvimento de carreiras FIA/FEA USP. Vivência de 12 anos como gestor de carreiras, com programas de Coaching Sistêmico, Coaching de Carreira e Coaching de Preparação para a Aposentadoria. Mantém o Blog do Floro. E-mail: jose.floro@floro.com.br.

josefloro escreveu 8 postsVeja todos os posts de josefloro