Como evitar que a cozinha seja um lugar de acidentes?

No processo de “fabricação” dos alimentos, onde o sanduíche mais simples depende de um processo que se assemelha ao de uma indústria, pois há entrada e conservação de insumos, preparo que gera resíduos a serem descartados e arranjo final para o consumo, com o uso de travessas e outros utensílios, preferencialmente organizado para que se traduza num momento de prazer.

Maria Luisa Trindade Bestetti *

 

como-evitar-que-a-cozinha-seja-um-lugar-de-acidentesVamos falar um pouco dos ambientes da casa, especialmente porque considero saudável que uma moradia, mesmo compartilhada, mantenha um programa de residências unifamiliares. Vamos começar falando da cozinha, onde o sanduíche mais simples depende de um processo que se assemelha ao de uma indústria, pois há entrada e conservação de insumos, preparo que gera resíduos a serem descartados e arranjo final para o consumo, preferencialmente organizado para que se traduza num momento de prazer.

Os mantimentos exigem diferentes condições de conservação, sejam os secos mantidos em embalagens fechadas, enlatados e perecíveis em refrigeração adequada, frutas e legumes em suportes abertos em locais arejados, temperos em locais secos e próximos do local de preparo. Para essa etapa, a proximidade com a pia e a torneira são indispensáveis, pois há constante uso de colheres, facas e outros utensílios. Tábuas de corte, pratos e panelas alternam-se conforme a complexidade do preparo, caracterizando a necessidade de estarem próximos e a pouco alcance. O uso de gavetas facilita muito a visualização dos insumos e instrumentos de preparo, pois são usadas corrediças telescópicas, que permitem a abertura total e o fácil acesso ao que se procura. Mesmo panelas e mantimentos podem estar organizados em gavetas fundas, pois isso facilita o manuseio e a manutenção da ordem.

No processo de “fabricação” dos alimentos, muitos resíduos são gerados, desde embalagens plásticas ou metálicas, até cascas, ossos ou gorduras, sendo sempre interessante separar o lixo orgânico do seco, mesmo não sendo reciclável, desde que lavado e escorrido. Lixeiras menores sobre a bancada de preparo facilitam a destinação do resíduo orgânico, sendo necessários recipientes maiores para o lixo seco, podendo estar um pouco mais distantes. Para o arranjo final, travessas e outros utensílios podem ser arranjados em prateleiras em alturas que não ultrapassem a média de 1m 50cm, considerando a visão de uma pessoa adulta em pé. Se houver limitações de alcance, seja por questões de postura ou de baixa estatura, preferível reduzir para que não sejam usados apoios perigosos, como banquinhos ou escadas. Sempre considerar que os pesados e maiores fiquem embaixo, mantendo recipientes mais utilizados em altura intermediária. Tomar cuidado com portas altas abertas com cantos perigosos, causando incidentes dolorosos na correria da cozinha.

Geladeiras frost free já não causam excesso de água quando há degelo e dispositivos corta gás também solucionam problemas quando há leite derramado. Alturas adequadas para o manejo de facas, acesso a temperos e alcance a panos de cozinha devem ser prioridade, assim como pisos antiderrapantes para áreas molhadas podem evitar acidentes sérios, especialmente perto do fogão, quando são transferidas panelas e travessas quentes. Para quem a cozinha sempre foi um lugar de habilidades, o cuidado com esses detalhes pode garantir muito prazer, mesmo quando a idade já exige um pouco mais de tempo para demonstrar essas capacidades.

* Maria Luisa Trindade Bestetti – Sou arquiteta e pesquiso sobre as alternativas de moradia para idosos no Brasil, especialmente sobre a habitação mas, também, o bairro e a cidade que a envolvem. Ser modular significa harmonizar todas as etapas da vida, atendendo desejos e necessidades. Acesse Aqui

Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 2312 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento