Comid alerta sobre preconceito social contra idosos durante a pandemia

Tempo de Leitura: 4 minutos

O Comid vem a público alertar para o risco do preconceito social e do aumento das situações de violência contra as pessoas idosas face ao comportamento da sociedade, quando na verdade o que deveria esperar seria o aumento da solidariedade e respeito a esse grupo populacional que ajudou a construir a história de nossa cidade e de nosso país.


Apesar da declaração Universal dos Direitos Humanos reconhecer o direito à vida, à assistência médica e ao tratamento digno e igualitário ao longo da vida, durante o combate ao coronavírus o que observamos é uma discriminação cada vez maior às pessoas idosas, discriminadas pela idade e pela saúde, muitas inclusive se encontram desprotegidas em suas residências. A violência do olhar da sociedade para com os mais velhos se espalha nas redes sociais com vídeos mostrando idosos – muitos visivelmente em situação de grande fragilidade – como se fossem crianças, ou até em discursos de homens públicos e empresários anunciando a desvalorização da vida dos mais velhos.

A respeito disso, reproduzimos aqui o comentário de Ana Paula Ferreira postado em seu face no dia 6 de abril: “Os vídeos que circulam na internet com pessoas idosas ‘tentando fugir’ do isolamento social, não são engraçados. E vou explicar porque. Primeiro porque em nada contribuem para as pessoas (TODAS) entenderem a importância do isolamento social durante a pandemia; Depois, reforçam os estereótipos sobre o envelhecimento e a velhice. Pessoas idosas NÃO voltam a ser crianças; NÃO são mais teimosas porque estão envelhecidas e NÃO são incapazes de compreender a gravidade da situação; Por fim, para não me estender demais, algumas dessas pessoas nos vídeos, aparentemente, têm algum comprometimento cognitivo e/ou podem ter uma dependência química (alcoolismo). Os familiares que filmam, provavelmente são cuidadores informais extremamente cansados e, por não saberem mais o que fazer, cometem (na minha opinião) crimes de violência contra a pessoa idosa. Sei que a intenção é “descontrair”, mas agora que sabem, não compartilhem esses vídeos… nem no whatsApp. Obs.: isso não me exclui…. posso também ter sido preconceituosa em algum momento, com qualquer pessoa. A palavra é: desconstrução!”.

Também inserimos aqui um vídeo de nossa amiga e colaboradora Maria Antonia Demasi, jornalista, mestre em Gerontologia Social e doutoranda em Ciências Sociais pela PUC-SP, postado em seu canal de youtube Demasidades no qual faz as seguintes questões: Como os milhões de velhos do Brasil estão reagindo a tudo o que está acontecendo? Por que “teimam” em sair de casa? Ela traz para a reflexão o livro “Diário da guerra do porco”, de Bioy Casares, que relata a sinistra história de uma perseguição aos velhos na Argentina. No vídeo, Demasi chama a atenção para a palavra ‘velhos’, dizendo: “Chamemos nossos velhos de velhos! Não há nada mais nobre do que ser velho”, fazendo alusão a um outro preconceito em que se nega a velhice.

Essas e outras violências levaram o Conselho Municipal do Idoso de Vitória a fazer a nota pública que publicamos a seguir:

Nota pública do Conselho Municipal do Idoso de Vitória – COMID sobre a responsabilidade com a população idosa durante a pandemia do Covid-19

O Conselho Municipal do Idoso de Vitória – Comid, conforme Lei Municipal Nº 6.944, de 16 de junho de 2007 se constitui um importante instrumento de controle democrático das ações governamentais e não governamentais desenvolvidas para o efetivo atendimento aos direitos sociais da pessoa idosa, promovendo sua autonomia, integração e participação efetiva na sociedade.

Uma das maiores conquistas da humanidade foi a ampliação do tempo de vida, ainda que essas conquistas estejam longe de se distribuir de forma igualitária. Chegar à velhice, que antes era privilégio de poucos, hoje passa a ser uma realidade bastante presente em diversos países.

No Brasil, o número de pessoas acima de 60 (sessenta) anos já ultrapassa os 30 (trinta) milhões, o que representa mais de 15% (quinze por cento) da população. Projeções apontam também que mais de 4,3 milhões de pessoas idosas vivem sozinhas (IBGE, 2018).

É sabido, que no último dia 11 de março, a Organização Mundial da Saúde – OMS, declarou a pandemia do COVID-19, doença causada pelo novo Coronavírus e reforçou a importância de se tomar cuidados redobrados com a saúde das pessoas idosas. Apesar do COVID-19 atingir pessoas de todas as faixas etárias, a infecção pelo Coronavírus pode se manifestar de forma mais grave nesta população podendo levar a morte.

É fato que grande parte do material que tem circulado nos últimos dias pelas redes sociais com sátiras de humor envolvendo a pessoa idosa, se traduz em desrespeito inadmissível a essa população, o que fere as prerrogativas estabelecidas na Lei Federal nº 10.741/2003 – Estatuto do Idoso.

Nesse sentido, o Comid vem a público alertar para o risco do preconceito social e do aumento das situações de violência contra as pessoas idosas face ao comportamento da sociedade, quando na verdade o que deveria esperar seria o aumento da solidariedade e respeito a esse grupo populacional que ajudou a construir a história de nossa cidade e de nosso país.

A violência em todas as suas manifestações, ligada à intolerância, resulta em um processo que se estende desde o desrespeito ao lugar do outro até a desvalorização do indivíduo. Assim, é urgente pensarmos em mínimos éticos nas relações pessoais e sociais de forma que a coexistência entre os indivíduos dos diferentes ciclos de vida seja respeitosa.

Nossa defesa é pela valorização da pessoa idosa, pelo fortalecimento das políticas públicas e pelo olhar sobre as questões que permeiam o processo de envelhecimento. Portanto, coibir a violência é um ato de cidadania, é um ato de valorização da vida humana, é um ato de respeito e cuidado com o outro e, neste caso em especial, à pessoa idosa.

Denuncie!
Fala Vitória 156
Disque Direitos Humanos – Disque 100
Vitória, ES, 01 de abril de 2020

E para completar a reflexão da matéria de hoje, também reproduzimos a seguir o vídeo de Greg News, com Gregorio Duvivier, chamado Velhofobia:

Foto: Immortal shots

Matéria atualizada às 14h52. Sofreu outra atualização no dia 10 de abril, às 22h41.


Adquira nossa coleção de ebooks aqui .

Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 3207 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento