Casal de idosos desabrigados vive em McDonald’s de shopping por dois anos

BUENOS AIRES – Tudo começou com uma foto de um casal idoso e bem vestido, aparentemente cochilando numa lanchonete, e duas perguntas: “Quem não viu alguma vez esses dois velhinhos? Como podem dormir assim?” Horas depois, o casal, que há dois anos vivia num shopping, foi resgatado pelo Ministério de Desenvolvimento Social.

 

 

A foto dos dois dormindo sentados não só foi publicada no Facebook, como mereceu uma página própria, com o nome: “Para todos os que viram os dois velhinhos que vivem no McDonald’s do (shopping) Alto Palermo”. Centenas de jovens que frequentam esse shopping, num dos bairros mais nobres de Buenos Aires, imediatamente responderam. Publicaram mais fotos do mesmo casal, flagrado na mesma lanchonete — às vezes acompanhados de uma mulher de meia idade —, prova de que dormiam no shopping porque não tinham casa.

Apareceu outra página no Facebook, desta vez pedindo ajuda para o casal anônimo. E o mistério virou notícia do jornal sensacionalista “Cronica” e primeira página do conservador “La Nación”. A repercussão foi tamanha que o casal assustou-se e buscou, pela primeira vez, ajuda de assistentes sociais.

Segundo Carolina Lascano, gerente de relações institucionais da empresa Irsa, dona do Alto Palermo, o casal frequentava o shopping há pelo menos dois anos. Em entrevista ao “La Nación”, ela contou que várias vezes ofereceu levá-los a um abrigo, mas eles nunca aceitaram. Sequer pareciam desabrigados. Não incomodavam, pagavam sua comida e passeavam pelo shopping.

Os dois só revelaram suas identidades quando buscaram ajuda do Ministério de Desenvolvimento Social, dias atrás. Ele chama-se Felix, é um arquiteto aposentado de 70 anos e trabalhou numa empresa de construção. Ela chama-se Elena e também é aposentada. Os dois tinham um apartamento no Bairro Norte — região de classe média alta de Buenos Aires — e uma filha de 36 anos. Não se sabe como, perderam a casa e mudaram-se para o Alto Palermo.

O McDonald’s foi o lugar escolhido para dormir porque fica aberto 24 horas nos fins de semana. Felix costumava ler o jornal, enquanto tomava café, e Elena quase sempre carregava um livro. Eram sempre discretos e, possivelmente, jamais teriam sido descobertos, não fosse pela internet.

“Eu tinha visto este casal. Reconheci depois de ter visto a foto deles no Facebook. Me chamavam a atenção porque os vi antes de ir ao cinema, e quando saí do cinema estavam ainda lá, dormindo. Achei engraçado, e só. Nunca imaginei que fossem desabrigados”, contou Julian Fragonardi, de 16 anos.

A família acabou aceitando ajuda, mas não quis ir para um abrigo. O governo prometeu um subsídio mensal de 700 pesos (menos de US$ 200), para complementar a aposentadoria.

___________________________

Fonte: Da Agência O Globo, reproduzida pelo DN Online, 23/05/2010 – 12:04 | Atualizada em: 23/05/2010 às 12:04. Acesse Aqui 

Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 2406 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento