Carlos Henrique Tonon Ximenes de Melo

Tempo de Leitura: 5 minutos

Advogado diplomado pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, foi presidente do Unibanco Previdência Privada; atualmente é membro do Conselho da ABDIM e da AACD e diretor-presidente do Itaú Viver Mais.

Guilherme Salgado Rocha / Fotos: arquivo pessoal 

 

carlos-henrique-tonon-ximenes-de-meloEle mesmo indica algumas características que o definem: “Gosto de inovação e de participar de processos de mudança.

O novo sempre me atrai, como se a cada momento buscasse sempre acompanhar as transformações do mundo”.

Portal – Obrigado pela entrevista. Por favor, como se deu a concepção do Projeto Itaú Viver Mais? Podemos entender esse projeto como algo pessoal?

Carlos Ximenes – O projeto começou quando concluímos que nossas ações precisavam estar mais próximas dos nossos clientes. Não apenas nos aspectos de produtos financeiros, mas em tudo o que dissesse respeito às pessoas. Percebemos que os bancos, quase sempre, falavam com a população mais jovem, mas que existia uma lacuna na oferta para aqueles com mais de 55 anos. Inspirados nas ofertas existentes em outros países, observamos que lá as empresas privadas ofereciam benefícios e tratavam o aposentado diferenciadamente, tratamento que não ocorria aqui no Brasil.

Portal – O que ocorreu, então?

Carlos Ximenes – Pensamos na oportunidade de criar benefícios que fossem além do desenvolvimento de produtos e serviços das formas tradicionais. Criamos um Clube para essas pessoas, um local onde elas pudessem se reunir, conversar, conviver, fazer atividades, além de aprender coisas novas.

Portal – E temos uma população que envelhece…

Carlos Ximenes – Sem dúvida. E à medida que a população envelhece, acreditamos que são necessárias iniciativas que beneficiem e valorizem essa parcela da sociedade. A criação do Projeto Itaú Viver Mais é uma maneira de contribuir para uma sociedade mais inclusiva e melhor.

carlos-henrique-tonon-ximenes-de-meloPortal – Quais são os principais fundamentos e objetivos do Projeto?

Carlos Ximenes – Entendemos que a população não está apenas envelhecendo, mas envelhecendo de um modo diferente. Viver mais não está relacionado somente ao tempo de vida, mas principalmente a viver melhor, com mais saúde, com mais disposição, em boa companhia e relembrando e revivendo positivamente coisas que ocorreram no passado.

Portal – Como o sr. explicaria o Projeto?

Carlos Ximenes – Podemos dizer que ele está pautado em três pilares. O primeiro é o viver, que significa viver com independência, saúde, disposição, diversão e tudo mais para estar de bem com a vida e a autoestima fortalecida. O segundo é conviver, pois somente ao fazer parte de um grupo, conhecer gente nova, fazer amigos e compartilhar experiências é possível ter uma vida mais feliz e saudável. E por último o reviver: nada melhor do que continuar fazendo o que nos dá alegria. Acreditamos que a soma dos pilares colabora para as pessoas viverem mais e melhor.

Portal – As palavras “transformação” e “mudanças” estão presentes em várias reportagens sobre o Itaú Viver Mais. De que maneira pensa esses processos e como pretende abordá-los na prática?

Carlos Ximenes – O propósito do Itaú Viver Mais é dar às pessoas acima de 55 anos a oportunidade de transformar sua vida para melhor, assumindo novo papel na sociedade. Oferecemos atividades físicas e socioculturais, apoiadas por professores capacitados, motivadores e encorajadores. Esse conjunto incentiva o convívio e a valorização das pessoas, melhora a condição física e cultural, estimula novas amizades, resgata o gosto pelo aprendizado e inspira o desenho de novos objetivos de vida.

carlos-henrique-tonon-ximenes-de-meloPortal – Há um guia das atividades, não?

Carlos Ximenes – Sim, existe o guia. Nosso objetivo é levar informações úteis e interessantes; por isso, semestralmente é publicada a versão impressa e on-line do Guia Itaú Viver Mais. Em cada edição é explorado um tema específico. Já falamos sobre saúde, educação financeira, transformação. Agora em outubro teremos uma edição especial que apresentará o tema “cultura”.

Portal – Como o sr. visualiza a atuação do Itaú Viver Mais a médio e longo prazos?

Carlos Ximenes – O Itaú Viver Mais continuará a estimular o convívio e a valorização das pessoas acima de 55 anos, por meio do desenvolvimento de atividades sociais, esportivas e culturais. Pretendemos ampliar nossas atividades, possivelmente expandindo o projeto para outros Estados e criando alternativas para explorar a interatividade no mundo digital. Contudo, buscamos ir além. Queremos contribuir para a transformação da sociedade e para a mudança da cultura em torno do envelhecimento no nosso país. E isso será possível fortalecendo as parcerias existentes e buscando novas, que efetivamente queiram contribuir para essa construção.

Portal – Há dificuldades e entraves em tornar viáveis os subprojetos do Itaú Viver Mais?

Carlos Ximenes – Sempre há que enfrentar desafios, especialmente quando o projeto se propõe a transformar pessoas e contribuir para uma mudança social e cultural. Mas o mundo está mudando, as pessoas, assim como as empresas, estão mais sensíveis.

Portal – Como analisa o acelerado envelhecimento da população brasileira, tão discutido atualmente na mídia?

Carlos Ximenes – As pessoas com mais de 60 anos já representam aproximadamente 11% da população brasileira, e as estimativas indicam que esse percentual deverá representar 30% da população em 2050. E se hoje analisarmos o público alvo do projeto, pessoas acima de 55 anos, esse número cresce para 15% da população.

Portal – Qual é, portanto, o grande desafio da atualidade?

Carlos Ximenes – Sem dúvida, o grande desafio é que ao terem uma expectativa de vida maior, as pessoas buscam novas perspectivas, realizar sonhos, ter saúde, estar com a família e continuar a serem úteis.

Itaú Viver Mais

No dia 30 de setembro o Itaú Viver Mais comemorou o Dia do Idoso com ações, gratuitas e abertas ao público, durante o dia todo.

Na parte da manhã, o evento intitulado “Diálogos Itaú Viver Mais” teve como propósito mostrar um panorama geral sobre o envelhecimento no Brasil, quais são as perspectivas e desafios desse assunto que está cada vez mais em pauta. Participaram como palestrantes Profa. Dra Andrea Lopes EACH-USP, Caio Megale – Economista Itaú Unibanco, tendo como mediador Carlos H. Tonon Ximenes (Diretor-Presidente Itaú Viver Mais) e ainda a participação de Thaís Bento Lima da Silva (Presidente – Associação Brasileira de Gerontologia)

Teve ainda as intervenções da Trupe Só Risos, sobre o engajamento voluntário e José Walter falando sobre a realização de sonhos através da superação.

carlos-henrique-tonon-ximenes-de-meloNa parte da tarde houve sessão de cinema com o filme: O Exótico Hotel Marigold, seguido de debate, proporcionado por Luciana Mussi (OLHE – Observatório da Longevidade Humana e Envelhecimento), mestre em Gerontologia pela PUC-SP e a noite teve show com Jair Rodriguies

Itaú Cultural

Av. Paulista, 149 – Bela Vista (próximo à estação Brigadeiro do metrô).

Para ver as fotos do evento ocorrido no dia 30 de setembro, acesse Aqui

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 3825 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento