Campanha de enfrentamento à violência contra a população idosa

Tempo de Leitura: 2 minutos

A ministra Maria do Rosário, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), lançou a Campanha de Enfrentamento à Violência contra a População Idosa no dia 15 de maio, em Brasília (DF).

Assessoria de Comunicação Social do SDH *

 

campanha-de-enfrentamento-a-violencia-contra-a-populacao-idosaO ato aconteceu durante o Encontro Nacional de Promotores/as, Defensores/as e Delegados/as.

No seu discurso, a ministra destacou que o país tem aproximadamente 23,5 milhões de pessoas idosas e precisa preparar-se para um futuro no qual a população idosa será maior que os jovens. “Somos uma nação em ampla e rápida transformação”, disse a ministra ao defender que o Brasil precisa estar preparado para assegurar qualidade de vida e um cotidiano sem violência.

“Queremos formar uma rede para proteger os direitos da população idosa”, declarou Rosário. Segundo ela, o objetivo é articular os serviços públicos para coibir a violência contra a pessoa idosa nos moldes do que já acontece no âmbito da criança e adolescente e das mulheres.

O presidente do Conselho Nacional da Pessoa Idosa (CNDI) e secretário Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos, Gabriel dos Santos Rocha, ressaltou que o “envelhecimento é uma conquista da humanidade”. Ele ainda defendeu que todos têm o direito de envelhecer com dignidade e segurança.

Denúncias aumentam

O Disque 100, serviço da SDH/PR, registrou um crescimento de 186% de denúncias de violações de direitos das pessoas idosas de 2012 em relação ao ano anterior. Em 2011, foram 8.220 registros, sendo que esse número saltou para 23.523 em 2012. As ocorrências mais comuns são negligência, violência psicológica, abuso financeiro e violência física.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social: Disponível Aqui

Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 3672 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento