Aumento das denúncias de crimes contra idosos em MG

Tempo de Leitura: 2 minutos

Como o dia nacional do idoso foi recém comemorado no país, a mídia “resolveu” olhar este segmento, realçando dele o que mais vem chamando a atenção da sociedade e para uma questão pública, como a violência cometida contra ele.

 

 

É o caso da mídia de Minas Gerais, região onde os idosos correspondem a 12% da população e o balanço do Disque Direitos Humanos (0800 031 11 19) mostra que os mineiros estão mais vigilantes com as pessoas idosas. O número de denúncias de crimes contra os idosos, recebidas pelo serviço, teve um salto de 353% no comparativo dos oito primeiros meses deste ano, com o mesmo período de 2009.

De janeiro a agosto de 2010, o Disque Direitos Humanos, coordenado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), recebeu 725 relatos desses crimes, contra 160 no mesmo período do ano anterior. “A população vem utilizando o serviço cada vez mais para denunciar assuntos relacionados à violência contra as pessoas desprotegidas. Todos estão atentos a zelar pelos direitos humanos”, diz o coordenador do Disque Direitos Humanos, Jorge Noronha.

O crime de maus tratos familiares engrossou a lista como o mais denunciado nos dois períodos comparados, foram 448 relatos este ano e 88 no ano anterior. Em seguida aparece o crime de abandono, 111 contra 25. Além desses, os mineiros denunciaram os maus tratos de terceiros, lesão financeira, abandono material e negligência.

“A Campanha de Valorização da Pessoa Idosa mostra para a população que existem direitos e que o Disque Direitos Humanos é um instrumento importante para fazer a denúncia quando esses direitos são violados”, ressalta o presidente do Conselho Estadual do Idoso, Felipe Willer.

O serviço atende todos os municípios do Estado, é gratuito e mantém a identidade do denunciante preservada. As denúncias de crimes contra o idoso são encaminhadas para delegacias e promotorias especializadas, para os Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), para apuração do caso, e também para o Conselho Estadual do Idoso.

Incentivo a denuncia

Em outubro de 2009, Minas Gerais lançou a Campanha de Valorização da Pessoa Idosa, com o objetivo de mobilizar a sociedade para os problemas vividos pela população “da melhor idade”. A campanha é realizada por meio da veiculação de filmes e anúncios pelos veículos de comunicação do Estado.

Disque Direitos Humanos

Criado em 2000, O Disque Direitos Humanos faz atendimento telefônico e monitoramento de denúncias de todos os tipos de violações de direitos humanos. Os tipos de crimes mais denunciados são contra as crianças e adolescentes, contra a mulher, o idoso e pessoa com deficiência.

Fonte: Texto parcialmente extraído do Portal Montes Claros.com, 30/9/2010. Disponível Aqui

Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 3446 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento