Aposentadoria universal pode proteger idosos da pobreza

A sociedade está abandonando a tradição de cuidar dos idosos, deixando-os desamparados. O aviso foi feito pela relatora independente das Nações Unidas para Direitos Humanos e Pobreza, Magdalena Sepúlveda.

Juliana Saporito da Rádio ONU em Nova York*

 

Em relatório apresentado recentemente ao Conselho de Direitos Humanos, em Genebra, ela ressaltou a necessidade de investimentos dos governos na atualização e no acesso da população a planos de aposentadoria cruciais, segundo Sepúlveda, para garantir os direitos das pessoas idosas.

Atualização

De acordo com a relatora, tradicionalmente os Estados protegem os idosos, com sistema de contribuição social. Mas ela notou que essa estratégia tem falhado já que apenas uma em cada cinco pessoas tem acesso ao benefício.

Sepúlveda recomenda a criação de sistemas universais de aposentadoria como a melhor maneira para governos trabalharem pelos direitos dessas pessoas.

A população com mais de 60 anos é uma das que mais cresce no mundo e deve dobrar até 2050. Para a relatora, as famílias convencionais não conseguem lidar com o ritmo de envelhecimento da população global sem a ajuda dos governos.

Remuneração

No texto, ela afirma que muitos aposentados são responsáveis pelo sustento e bem estar de toda a família. No caso das mulheres, a situação é agravada pelo retrospecto de anos de remuneração inadequada.

Outras medidas sugeridas pela relatora são políticas sociais que incluam o combate à pobreza, a criação de pensões para garantir o acesso universal à segurança social e ações especiais para as mulheres.

*Apresentação: Daniela Traldi, da Rádio ONU em Nova York.
_________________________________
Disponível Aqui 04/06/2010.

Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 2597 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento