“A Grande Dama do Cinema” estará em debate no próximo dia 21

O Portal do Envelhecimento, em parceria com a Fênix distribuidora de filmes, traz para São Paulo uma sessão especial para maiores de 60 anos com o filme “A Grande Dama do Cinema”.


O filme “A Grande Dama do Cinema” será exibido no cinema Belas Artes (ao lado das estações Paulista e Consolação do metrô), em São Paulo, na próxima terça-feira dia 21/05 às 16h00. A sessão de cinema será seguida por um debate com Beltrina Côrte, fundadora do Portal do Envelhecimento e do Espaço Longeviver além de docente da PUC-SP. Haverá uma degustação de chá da loja TeaShop após o debate. O valor dos ingressos para os maiores de 60 anos será R$ 12,00.

A “Grande Dama do Cinema” (no original, “El Cuento de las Comadrejas”) marca o retorno do diretor argentino Juan José Campanella, 59 anos, vencedor do Oscar pelo melhor filme estrangeiro em 2010 com “O Segredo dos Seus Olhos”. Neste filme ele dá voz às recordações ao trazer à tona a fala de atores veteranos que preservam um passado mágico. Campanella fez carreira nos EUA, onde dirigiu várias séries de TV.

Trata-se da história de um grupo improvável: uma antiga estrela do cinema mundial, um ator nos últimos dias de vida, um roteirista frustrado e um diretor peculiar que fazem de tudo para preservar o universo lúdico que criaram dentro de uma clássica mansão. Mas, um jovem casal de corretores imobiliários aparece e ameaça a dinâmica já estabelecida do quarteto.

O filme é uma mistura de passado que oprime seus personagens, obrigados a enfrentar uma mísera aposentadoria e confrontando-se com paixões antigas, mas que possibilita refletir sobre equívocos cometidos e decisões que precisam ser tomadas, afinal, a vida, mesmo na velhice avançada, continua.

Quem é a grande dama?

Na ficção, a grande dama é Mara Ordaz, estrela de grandes êxitos do cinema argentino (Dunas de Passión) e vencedora do Oscar de melhor atriz por Santa Gaucha, que mora em uma mansão em ruínas com o marido que ficou paralítico, Martín Saravia (Marcos Mundstock), ator de pequenos papéis, e dois cunhados, o cineasta aposentado Norberto Imbert (Oscar Martinez) e o roteirista, também aposentado, Pedro de Córdova (Luis Brandoni), que acabou de atuar no filme “Minha Obra Prima”. Todos todos eles velhos, que acabam sendo enganados e ludibriados. Na realidade, a grande dama é Graciela Borges, 77 anos, e que está nas telas e telinhas argentinas desde os 14 anos.

A trama de “A Grande Dama do Cinema” mostra uma atriz, Graciela Borges, já de idade avançada e totalmente esquecida pelos fãs e pela indústria cinematográfica. Mas o filme é o tributo do diretor à grande arte de Graciela Borges.


Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 2585 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento