Vulnerabilidade e envelhecimento

Dizemos com certa consensialidade que são vulneráveis os idosos, os deficientes, as crianças… Livro mostra a construção histórica do conceito vulnerabilidade ao longo do tempo assim como dentro de diversas áreas do saber, detendo-se no Direito e nos Direitos Humanos. Nessas áreas, destacam-se duas noções fundamentalmente articuladas ao conceito de vulnerabilidade: a maior exposição a danos e também a menor facilidade em lidar com eles. 

 

O livro “Vulnerabilidade humana e envelhecimento: o que temos a ver com isso”, de Anna Cruz de Araujo Pereira da Silva, é fruto de um processo de investigação densa e comprometimento com um melhor longeviver. Ela demonstra incansavelmente por meio de inúmeros exemplos, a construção histórica do conceito vulnerabilidade ao longo do tempo assim como dentro de diversas áreas do saber, detendo-se no Direito e nos Direitos Humanos. Nessas áreas, destacam-se duas noções fundamentalmente articuladas ao conceito de vulnerabilidade: a maior exposição a danos e também a menor facilidade em lidar com eles. Com certeza esta obra será referência para um novo modo de conceber “vulnerabilidade” e “Direitos Humanos” na velhice.

Esses termos, por mais que estejam na moda, não são, contudo, segundo a autora, “vocábulos de precisão, servindo para designar segmentos muito variados: dizemos com certa consensialidade que são vulneráveis os idosos, os deficientes, as crianças; aceitamos, com alguma reflexão, que sejam também vulneráveis as mulheres, as coletividades tradicionais, os negros, as camadas mais pobres; poderemos admitir ainda na categoria os doentes crônicos, os pacientes terminais, os obesos, os subnutridos, os imigrantes, os expatriados, os apátridas, os narcóticos, os alcoolistas, os desempregados, os subempregados, talvez os empregados assediados, talvez os empresários falidos (?).”

A autora assinala que “aparentemente, em algum momento, todos somos vulneráveis. Trata-se, portanto, de uma miríade de sujeitos, muito distintos entre si, que guardam, contudo, algo em comum. Este livro persegue a tentativa de revelar o que é vulnerabilidade e o que é vulnerabilidade para o Direito, um esforço de traduzir para esse campo um termo que não se originou nele, que foi incorporado por ele com grande aprovação e entusiasmo, porém frequentemente sem detidas análises críticas sobre sua extensão e suas implicações.”

Além de buscar definir o que é vulnerabilidade, a autora discute “por que há cuidado com vulneráveis e qual a justificativa para responsabilidade ou zelo coletivos”.

 

Autora

Ana Cruz de Araújo Pereira da Silva

Bacharel em Direito em Belém (PA), especialista em Geriatria e Gerontologia pela UnATI/UERJ, mestra em Direito pela UFPa e colaboradora do Portal do Envelhecimento.

Onde adquirir o livro

O livro “Vulnerabilidade humana e envelhecimento: o que temos a ver com isso”, de Anna Cruz de Araujo Pereira da Silva, está à venda na loja deste site Portal do Envelhecimento, como também por  Televendas, nos seguintes telefones: (11) 2579-9697, celulares: (11) 94192-9736 e (11) 97650-2130, de segunda à sexta-feira, das 9 às 18 horas. Ou pelo email: editora@portaldoenvelhecimento.com

Portal do Envelhecimento

Portal do Envelhecimento

Redação Portal do Envelhecimento

portal-do-envelhecimento escreveu 350 postsVeja todos os posts de portal-do-envelhecimento